Magreza nem sempre é sinônimo de saúde

Peso abaixo do normal pode indicar uma alimentação inadequada ou problemas mais graves

Por Deborah Busko

magreza nem sempre e saude Magreza nem sempre é sinônimo de saúde

Olhar para o espelho e não gostar do que se vê não é nada agradável. As mulheres não gostam de ter que encarar as estrias, celulites e gordurinhas sobrando e, na maioria das vezes, desejam um corpo magro e esbelto.

Estar acima do peso pode ser desconfortável e um sinal de que alguma coisa não anda bem com o organismo ou com os hábitos da pessoa. No entanto, existe o outro lado: magreza nem sempre é sinônimo de saúde.

É cada vez mais comum vermos pessoas abaixo do peso ideal porque trabalham demais, passam bastante tempo fora de casa e não têm tempo para se alimentar direito.

Quem não ingere os nutrientes dos quais o corpo precisa, corre o risco de desenvolver anemia, por falta de ferro no sangue, e ter sintomas físicos como a queda de cabelo, unhas quebradiças e pele ressecada por falta de vitaminas.

Além disso, quem tem carência de nutrientes costuma sentir fraqueza, cansaço constante, falta de concentração e ter baixo rendimento ao praticar atividades físicas. Nestes casos, a solução é corrigir o problema com uma boa dieta.

Entretanto, este não é o único motivo que leva uma pessoa ao baixo peso. O emagrecimento excessivo, mesmo com uma alimentação adequada, ou a perda de apetite, podem ser alertas para doenças ou alterações mais graves no organismo.

As alterações hormonais são os problemas mais comuns. Entre eles, podemos destacar hipertireoidismo, alterações menstruais e problemas de crescimento na puberdade.

Como saber se estou no peso ideal?

Para saber se você está no peso ideal, é preciso calcular seu IMC. Ou seja, calcular o Índice de Massa Corporal, valor que indica que se o peso é adequado para a altura. Para fazer isso, basta dividir o peso (em quilogramas) pela altura (em metros) elevada ao quadrado. Se a conta der um resultado abaixo de 18, indica peso abaixo do normal, com risco elevado de subnutrição.

Meu IMC está abaixo do normal. O que devo fazer?

O melhor a fazer quando se percebe que está magra demais e com o IMC abaixo de 18 é procurar um médico rapidamente. O profissional vai realizar exames detalhados pra identificar a causa do ganho inadequado de peso e indicar o tratamento ideal.

O segredo para quem precisa ganhar uns quilinhos não está em aumentar a quantidade de alimentos, mas sim fazer uma dieta com qualidade. Encher o prato de frituras e depois se acabar nos doces só vai fazer com que você ganhe gorduras localizadas e continue colocando sua saúde em risco.

O correto é fazer seis refeições ao longo do dia e ingerir alimentos calóricos, porém optar pelos mais saudáveis. Não se esqueça de beber bastante água para manter o corpo hidratado. Praticar exercícios também é indicado, mas somente os anaeróbicos, como a musculação. Evite atividades como correr e nadar, pois são exercícios aeróbicos e que ajudam a perder peso.