Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Histerectomia causa aumento de peso?

O procedimento cirúrgico pode causar alterações hormonais que estariam relacionadas ao ganho de massa corporal

em 13/11/2012

Foto: Thinkstock

Chama-se “histerectomia” o procedimento cirúrgico através do qual os médicos retiram por completo o útero da paciente. Este tipo de intervenção é indicada para pacientes com enfermidades benignas no útero que não tenham respondido adequadamente a outros tratamentos utilizados anteriormente. Os problemas relacionados ao endométrio configuram a principal causa da necessidade de histerectomia, mas há outros problemas contra os quais ela também é recomendada.

Apesar de ser um procedimento bastante invasivo, uma vez que se trata da subtração completa de um órgão, a histerectomia é relativamente simples e sua recuperação não costuma ser dispendiosa. O período de internação normalmente varia entre 48 e 96 horas e, após receber alta, a mulher pode ir para casa, guardando repouso até que se sinta completamente recuperada.

Consequências da histerectomia

Uma vez que o útero é completamente retirado, naturalmente, a mulher não passará mais pelos ciclos menstruais. No entanto, se os ovários não tiverem sido também retirados na operação, as alterações hormonais seguirão acontecendo todos os meses, de modo que a única coisa que não acontecerá é o sangramento, de fato. Caso os ovários tenham sido extraídos, as alterações hormonais sofridas pela mulher serão similares às da menopausa. Além disso, será impossível engravidar após o procedimento.

Os ovários produzem o estrógeno, que desempenha uma série de funções no organismo, ajudando a prevenir a osteoporose e os problemas do coração, por exemplo. Por esse motivo, é provável que o ginecologista receite uma reposição hormonal.

Histerectomia e o ganho de peso

Algumas pacientes, após passarem pelo procedimento, relataram um ganho repentino de peso. De fato, este efeito colateral é relativamente comum em pacientes no pós-operatório, e pode estar relacionado a alguns fatores distintos. A medicina ainda não conseguiu explicar de forma detalhada as razões desse aumento de peso, mas existem algumas teorias que devem ser consideradas.

A primeira delas relaciona a gordura ao aumento da produção do hormônio masculino, também conhecido como progesterona. Outra atribui o aumento de peso à diminuição dos níveis de estrógeno no sangue. O tempo de recuperação após a cirurgia de histerectomia também pode ser um fator determinante para o aumento de peso, já que a prática de exercícios físicos ficará bastante restrita por algum tempo, até que a paciente seja liberada para tanto.

Não há comprovação médica de que a histerectomia cause, de fato, ganho de peso, mas há diversos relatos de mulheres que foram submetidas ao procedimento e notaram um aumento significativo.

Dicas para perder peso após a histerectomia

Em primeiro lugar, como suas atividades físicas estão restritas, é importante estar constantemente atenta para não comer em excesso. Lembre-se que as calorias ingeridas não poderão ser gastas através de exercícios e, por isso, tente se controlar melhor.

Investir em exercícios menos dispendiosos, como a ioga ou o pilates, por exemplo, pode ser uma boa maneira de voltar à ativa após o período inicial de recuperação, desde que esse tipo de atividade seja liberado pelo médico responsável. Além disso, também vale a pena dar preferência a alimentos leves e sem muita gordura.

Se possível, procure um nutricionista para ajudá-la a organizar sua alimentação, mas mantenha constantemente o acompanhamento com o ginecologista responsável pela operação. Ele poderá te orientar para que sua rotina de exercícios seja saudável e direcionada para o pós-operatório.

Comentários
Dicas relacionadas