Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Hepatite A

Tudo o que você precisa saber sobre essa inflamação do fígado

em 11/09/2014

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

A Hepatite A é uma inflamação do fígado causada pelo vírus da Hepatite A (HAV). Essa doença é muito comum nas áreas menos desenvolvidas do país, onde não há saneamento básico e as condições de higiene são muito precárias.

Como se pega a Hepatite A

A forma de contaminação da Hepatite A ocorre pela via fecal-oral, ou seja, a pessoa contaminada dissemina o vírus por meio das fezes, que contaminam a água utilizada nos alimentos.

A água contaminada pode ser também água de piscinas e de rios, por onde uma pessoa infectada pode ter passado. Qualquer objeto de uso pessoal que possa ser contaminado pelas fezes é um potencial transmissor do vírus. Isto inclui toalhas e aparelhos de limpar e remover cutículas.

Por esses motivos é essencial sempre lavar bem as mãos e os alimentos antes de consumí-los. Quando mais cuidados de higiene, menores as chances de contaminação.

Sintomas

Durante o período de incubação do vírus, a Hepatite A não apresenta sintomas, mas este vírus já pode contaminar outra pessoa. Este período pode durar entre duas e seis semanas. Os sintomas são parecidos com os de uma virose e por isso muitas vezes esta doença é compreendida como uma simples virose sem que a pessoa perceba o que realmente teve. Entre os possíveis sintomas da Hepatite A estão:

  • Febre;
  • Dor muscular;
  • Mal-estar;
  • Cansaço;
  • Náuseas e vômito;
  • Falta de apetite (inapetência);
  • Icterícia;
  • Urina escura;
  • E fezes amarelo-esbranquiçadas.

Caso desconfie da presença do vírus da Hepatite A em você ou alguém de sua família, procure o médico para que a doença seja confirmada ou não por meio de exame de sangue e fezes e que os devidos cuidados sejam tomados.

Tratamento da Hepatite A

A Hepatite A não tem tratamento, sendo que normalmente são utilizados remédios para amenizar os sintomas. O portador da Hepatite A não pode consumir álcool até 3 meses após a cura da doença, quando as enzimas hepáticas estiverem totalmente recuperadas. A boa notícia é que, após a cura, o paciente fica imune a esse vírus.

A Hepatite A fulminante exige cuidados hospitalares intensos e, em alguns casos, pode ser necessário o transplante de fígado. Vale lembrar que nos casos de Hepatite fulminante, há perda rápida das funções do fígado e o portador do vírus corre sério risco de morte.

Prevenção

A vacina da Hepatite A deve ser dada a crianças a partir de 1 ano, em duas doses com intervalo de 60 dias entre elas. Quem está no grupo de risco, ainda, deve tomar a vacina mesmo depois de adultos.

O grupo de risco da Hepatite A compreende crianças e idosos que frequentam locais como creches, escolas e asilos, usuários de drogas, portadores de doença de coagulação, HIV e doença hepática crônica e também homo e bissexuais.

Além da vacina, é importante tomar cuidados básicos de higiene e alimentação, como:

  • Não comer alimentos de procedência desconhecida;
  • Lavar bem as mãos antes das refeições, depois de usar o banheiro e antes de manusear comida;
  • Lavar bem os alimentos com água tratada;
  • Utilizar somente água tratada com cloro ou fervida;
  • Evitar usar os aparelhos de manicure nos salões sem que estes estejam esterilizados ou use sempre os seus de uso inidividual;
  • Evitar comer frutos do mar crus ou mal-cozidos;
  • Quando estiver em regiões de pouco saneamento básico, redobrar os cuidados.

Ao perceber quaisquer sinais da doença, procure um especialista e tenha ainda mais atenção com a limpeza e cuidado com os alimentos e asseio pessoal.

Comentários
Dicas relacionadas