Grávidos: como o papai pode participar da gestação

Quando um bebê surge dentro de um relacionamento, tanto o homem quanto a mulher precisam se esforçar e se aliar para viver essa nova fase sem abalar a relação

Por Carolina Werneck
Atualizado em 16/04/2014 16:50
gravidos como o papai pode participar da gestacao Grávidos: como o papai pode participar da gestação

Foto: Thinkstock

Quando uma gravidez é anunciada, o casal começa a preparar os detalhes para a chegada do bebê. As sensações da gestação, porém, são exclusividade da mãe e, por isso, o pai muitas vezes se sente deixado de lado ou incapaz de participar de forma ativa desses meses tão especiais.

Cabe à mulher, então, aprender lidar com essas inseguranças masculinas e incluir o companheiro em todos os detalhes do processo. Ao marido, cabe procurar se informar a respeito da gestação e ser ativo e interessado nos eventos ao longo dos 9 meses.

Veja algumas dicas para facilitar essa inclusão do homem na gestação:

1. Seja original ao dar a notícia

A partir do momento em que descobrir que está grávida, pense em uma maneira criativa e emocionante de dar a notícia para o novo papai. Esse cuidado com os detalhes vai mostrar que você faz questão que ele esteja presente em cada momento nessa nova fase, além de demonstrar como está feliz por ser ele o pai do seu bebê.

2. Ajude-o a entender o que você está sentindo

Enquanto ele estuda e aprende sobre a gestação, você pode ajudá-lo a compreender o momento falando das sensações físicas e emocionais pelas quais você está passando. Converse sobre as alterações a cada nova semana e avise-o sobre as datas das consultas com o ginecologista e das sessões de ultrassom previstas no pré-natal para que ele esteja presente. Isso vai facilitar o envolvimento do pai com a criança mesmo antes do nascimento.

3. Conte com ele para receber apoio

O turbilhão de hormônios que uma gestante atravessa ainda é um desafio para a medicina – e para a psicologia. Reações exageradas e repentinas, como choros descontrolados ou ataques nervosos são tão comuns quanto os famosos desejos de grávida.

E seu parceiro deve estar ali para ajudar a lidar com toda essa situação. Sendo assim, mantenha a comunicação aberta para que vocês possam dialogar, apesar da confusão hormonal. Avise quando você não estiver se sentindo bem, sempre que possível. Nesse momento delicado, cabe ao homem também ter a sensibilidade de perceber que a mulher está passando por situações e sensações muito diferentes e precisa ser compreendida e respeitada.

4. E se ele tiver ciúmes da atenção que agora vai para o bebê?

Apesar de ser estranho, muitos homens passam por isso. A falta de experiência com a maternidade, a imaturidade e a falta de conhecimento sobre a gestação e suas fases podem gerar em alguns homens sentimentos como ciúme e insegurança. E este é um dos principais fatores que contribui para que ele se afaste durante o período da gestação.

A solução é integrar o pai à nova rotina da família, o incluindo em tudo relacionado à gestação e não deixar de dar atenção à ele. Deixe claro ao seu parceiro que esse bebê é fruto do amor de vocês dois – e que vem para melhorar o que já era bom e que ambos devem dar atenção tanto ao bebê quanto ao relacionamento. Não deixem de dialogar e aproveitem a fase de descobertas para se aproximarem ainda mais.