Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Gluteoplastia para conquistar o bumbum ideal

Implante de silicone é opção para quem quer aumentar e deixar o bumbum empinado

em 30/09/2014

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

A preferência nacional pelo bumbum arredondado e cheinho leva muitas mulheres brasileiras aos consultórios dos cirurgiões plásticos em busca da gluteoplastia. O método, que consiste na colocação de próteses de silicone específicas para essa região, tem como objetivos remodelar ou aumentar as nádegas.

A prótese de glúteo é indicada para os pacientes com nádegas pequenas ou para quem quer o efeito de bumbum empinado. O novo formato e tamanho do bumbum dependem das formas originais da paciente e de uma avaliação estética do cirurgião. Em geral, o silicone no bumbum dá um aspecto natural e anatômico que pode ser percebido, principalmente, ao se olhar de perfil. Isso porque as próteses são maleáveis e se acomodam bem ao corpo.

A cirurgia plástica nos glúteos é realizada sob anestesia peridural ou geral com uma pequena incisão, de aproximadamente seis centímetros, no sulco existente entre as nádegas. A cicatriz fica praticamente imperceptível.

Como em qualquer ato cirúrgico, a gluteoplastia requer cuidados no pós-operatório. Nos primeiros dias pode haver dor local, por isso é indicado fazer repouso e tomar analgésicos. A drenagem linfática é indicada para acelerar a recuperação. Outros cuidados são evitar sentar-se normalmente e preferir ficar de bruços nos dias seguintes à cirurgia e usar uma cinta modeladora durante um mês.

Mitos e verdades sobre o silicone no bumbum

Muitos mitos rondam os implantes de próteses de silicone, principalmente quando a cirurgia é realizada no bumbum. Entre os mitos sobre o silicone no bumbum estão os de que as próteses podem sair do lugar e que elas podem se romper, por exemplo, em uma viagem de avião.

Na lista de verdades sobre o silicone no bumbum, está a de que após a cirurgia a pessoa não poderá mais tomar injeção ou vacina na região, já que a medicação pode ser inejetada dentro das próteses, sem feitos para o organismo. A agulha não estoura as próteses, mas pode fazer micro-orifícios que podem causar vazamento do gel de silicone.

Comentários
Dicas relacionadas