Falsa magreza

Quem está dentro do peso normal, mas leva uma vida sedentária precisa ter atenção, pois pode desenvolver doenças características do sobrepeso

Por Deborah Busko

falsa magreza Falsa magreza

Ser magra é sinônimo de ser saudável, certo? Nem sempre. Não adianta nada estar em dia com a balança, ter curvas definidas e uma silhueta de dar inveja, mas continuar entregue ao sedentarismo. Nestes casos, quem está acima do peso, mas mantém uma rotina de exercícios, sai ganhando.

O problema é que a falsa magreza também pode representar riscos à saúde, assim como a obesidade. Pessoas dentro do peso considerado normal podem desenvolver algumas alterações metabólicas que aumentam as chances de doenças características do sobrepeso e da obesidade, como diabetes, colesterol e hipertensão.

Outro problema bastante frequente da falsa magreza, é o acúmulo de gordura em determinadas regiões do corpo. Isso ocorre devido a uma combinação de fatores, que incluem a vida sedentária, fatores genéticos e uma má alimentação.

Nas mulheres, a gordura extra tende a se acumular nos membros inferiores, principalmente no culote, bumbum e coxas. É aí que surge a temida celulite.

Portanto, as falsas magras são aquelas mulheres que aparentam ter um corpo fininho, magérrimo, mas tem o quadril, rosto, coxas, braços mais gordinhos ou gorduras localizadas.

Dicas para evitar o acúmulo de gordura

O segredo da boa alimentação não está nas dietas milagrosas, que prometem eliminar vários quilos em poucos dias, mas sim na reeducação alimentar. É preciso aprender a comer da maneira correta para manter o corpo em forma de maneira saudável e segura.

Vale lembrar que nenhuma dieta vale para todo mundo e a alimentação deve ser adequada de acordo com a rotina e as necessidades de cada um.

Acertar na proporção de nutrientes em cada refeição também é fundamental, assim como considerar que quantidade nem sempre equivale à qualidade.

Faça refeições regulares, numa média de cinco a seis por dia, a cada três horas. Evite excessos de gorduras, fuja do fast-food, leve sempre na bolsa alimentos práticos para o consumo e beba bastante água.

Fazer exercícios também é de fundamental importância para evitar o acúmulo de gordura, fortalecer o corpo e garantir melhor qualidade de vida. Escolha atividades que lhe proporcionem prazer. Se não gostar dos aparelhos e aulas das academias, prefira caminhar ou andar de bicicleta.