Existe melhor época para cirurgia plástica?

O cirurgião plástico André Colaneri explica se a época do ano influencia nos resultados da cirurgia

Atualizado em 08/08/2012 10:52

existe melhor epoca para cirurgia plastica Existe melhor época para cirurgia plástica?

Esta é uma das perguntas mais freqüentes em nosso consultório. Afinal, a época escolhida para cirurgia influencia no resultado?

Também já ouvimos falar alguma vez que julho é tido como o “mês da cirurgia plástica”, mas por que? Será que operar no inverno traz uma recuperação melhor?

Nem sempre! O inverno traz algumas vantagens sobre o verão. Por ser mais frio, o inchaço pode ser menor, se comparado com dias mais quentes. Isso é mais evidente para cirurgias como lipoaspiração, abdominoplastia, cirurgia da face, em que o edema (inchaço) é mais proeminente.

Outro ponto a ponderar, é que muitas cirurgias plásticas necessitam durante a recuperação o uso de cintas elásticas por mais de um mês, o que é bem mais tolerável em dias frios.

Julho, por sua vez, é férias escolares e permite que mais pessoas possam programar a sua cirurgia e ter uma recuperação adequada. Logo, por estes motivos, julho se tornou o mês mais procurado para cirurgias plásticas.

Porém, mais do que operar no frio, há outros fatores de maior importância na programação da cirúrgica e que implicam de forma mais contundente no resultado da cirurgia plástica. O primeiro deles é procurar um Especialista, e isso apenas os cirurgiões credenciados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica são, pois é ela quem supervisiona a formação do Especialista.

Para ser especialista em cirurgia plástica é necessário cursar 6 anos de medicina na faculdade, formar-se médico, prestar outro vestibular para ser cirurgião geral, fazer mais dois anos de residência em cirurgia geral, formar-se cirurgião geral, fazer novo vestibular para cirurgia plástica, fazer mais 3 anos de residência em cirurgia plástica, formar-se em cirurgia plástica e depois disso tudo, passar na prova de especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Logo, são 11 anos de intensos estudos, mais uma prova da especialidade, e apenas depois de passar por tudo isso e ser aprovado na prova de especialista, é que se recebe o título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Infelizmente, hoje há muitos médicos não especialistas fazendo cirurgias plásticas, se dizendo especialistas. Porém, estes não são membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Outro fator de fundamental importância é ter tempo e logística adequados para a recuperação, pois uma recuperação mal feita influenciará diretamente no resultado da cirurgia. Assim, é melhor operar no verão e ter tempo suficiente para recuperação, do que operar no inverno e ter que voltar ao trabalho precocemente.

Feriados também são muito procurados como opção para a recuperação, pois permitem um descanso e recuperação adequadas para pequenas cirurgias, evitando perder as férias para a recuperação. Cirurgias com rápido retorno ao trabalho de escritório, como prótese de mama, cirurgia das pálpebras, orelhas, ginecomastia, cirurgia intimas permitem uma recuperação adequada em feriados, mesmo fora do inverno.