Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

Estou pronta para casar?

Casamento é algo sério. Será que chegou a hora de dar este passo? Confira as dicas e descubra você mesma

em 13/01/2012

Quando o assunto é casamento normalmente falamos sobre o vestido de noiva, o chá de cozinha ou a lua de mel, mas e depois que a festa acaba e os convidados vão embora? Como saber quando se está pronta para enfrentar o dia a dia do casamento?

Em primeiro lugar precisamos voltar um pouco na história para entendermos a visão de casamento nos dias atuais. Antigamente as mulheres eram criadas para serem boas esposas e mães, faziam cursos de prendas domésticas, corte costura entre outros. O namoro tinha suas restrições e casar virgem era uma regra. Pouquíssimas mulheres continuavam seus estudos e iam à Faculdade. Enfim, o homem era o provedor da casa e a mulher era dependente financeira e emocionalmente. A separação raramente acontecia e era vergonhosa. Com as I e II Guerras Mundiais as mulheres tiveram que assumir a posição dos homens no mercado de trabalho e a partir de então foram conquistando cada vez mais sua independência. O casamento deixou de ser obrigação para ser uma opção, surge então o casamento por amor. Então, como podemos justificar o alto índice de separação nos dias atuais? Chegamos no primeiro ponto da nossa questão, só o amor não basta.

Sem dúvida não há uma idade certa ou um teste para saber quando uma mulher está pronta para se casar. O importante é avaliar as expectativas que envolvem o casamento, principalmente porque desde criança somos condicionadas a ouvir estórias de príncipes e de seus cavalos brancos e que de que “foram felizes para sempre”, porém em um casamento não existe um príncipe (nem um sapo) e muito menos uma princesa que precisa de alguém para salva-la, são apenas duas pessoas com suas qualidades e defeitos e é imprescindível ter consciência dos defeitos e no mínimo saber tolerá-los.

Lembro certa vez uma amiga dizendo que “não via a hora” de casar, estar com a pessoa amada e fazer amor todos os dias. Apesar de o casamento ser a conseqüência do namoro, as duas são situações muito diferentes, o casamento impõe uma rotina que foge dos padrões românticos, mas que são básicos para a sobrevivência de qualquer um, tais como: fazer comida, limpar a casa, lavar roupa, passar roupa, fazer compras, pagar as contas e etc. Não estou afirmando que o romantismo e o sexo acabam depois do casamento, mas é preciso ter consciência de que no dia a dia existe o levantar cedo, trabalhar, estudar, arrumar a casa, o cansaço, o “agora não quero falar com ninguém”, “agora quero ficar sozinho”, e que muitas vezes não é percebido durante o namoro, principalmente porque muitos casais só se vêem no final de semana.

Certamente, o casamento é um capítulo novo na história de nossas vidas, ele está repleto de páginas em branco que serão preenchidas aos poucos. Muitas mulheres nas vésperas do casamento se sentem inseguras de sair da casa dos pais e iniciar essa “nova fase”, essa insegurança é compreensível, e deve ser lidada com muita tranqüilidade e como já falamos muita consciência do futuro. O casamento nos oferece um companheiro para estar conosco escrevendo a história da nossa vida, muitas vezes o caminho será ruim, cheio de pedras e obstáculos, as vezes fará sol, as vezes será cansativo e as vezes vocês terão que sentar e descansar, mas o importante é que terão um ao outro para se apoiarem e se amarem.

Andreia Mattiuci

é colunista do Dicas de Mulher e especialista em Coaching

Comentários
Dicas relacionadas