Estilo preppy: o que é e como usar

Saiba mais sobre o estilo preppy e veja como aderir à tendência para a temporada

Por Selena Escher

estilo preppy Estilo preppy: o que é e como usar

O preppy deu-se início em meados da década de 1970, com o formato de uma tribo urbana de jovens seletos e bem nascidos. Contudo, “preppy” é a abreviação da palavra “preparatório” em inglês, e para ser considerado um preppie tais jovens deveriam estar inclusos em uma das mais renomadas escolas preparatórias do norte dos Estados Unidos, prestes a frequentar as prestigiadas universidades do país.

Como se nota, tal estilo anteriormente adotado ia além da forma de vestir-se, e englobava um estilo de vida envolto a um alto nível social e econômico, tal como um vocabulário rebuscado, priorizando assim um modo de vida extravagante, de valorização do status, reputação da família e lugares frequentados, assim como o orgulho pela instituição de ensino e esportes praticados.

Atualmente, existem escolas e faculdades tradicionais nos Estados Unidos e Europa cujos alunos seguem à risca este estilo. Porém, o “preppy” democratizou-se e se transformou em um estilo de vestir, onde preppies não necessariamente levam por obrigatoriedade um estilo de vida baseado em um alto poder aquisitivo. O que prevalece é o estilo das roupas aderidas, tal como acessórios e modo de se expressar.

Para entender, tenha em mente o clássico figurino de “Gossip Girl”, assim como as campanhas da marca Lacoste e Tommy Hilfiger onde se tem como referência os esportes, como a esgrima, natação, tênis e golfe. O misto entre um visual atlético, estudantil, sofisticado e impecável. A it girl Alexa Chung, entretanto, moderniza o estilo incorporando a ele peças comuns do seu dia a dia e atuais.

Como aderir ao estilo preppy

Roupas de cortes clássicos, cores neutras embasadas em um tom forte, tecidos nobres e elementos atemporais. Logo, optam-se frequentemente por camisas polo listradas ou lisas, estampas losango, aplicações e bordados com motivos simbólicos de clássicos esportes e brasões, suéteres xadrez, cardigãs, jeans escuro, shorts, calças e vestidos de alfaiataria, tal como saias plissadas inspiradas no tênis, lisas ou no xadrez.

Dentre os acessórios utilizados estão os cintos de couro, laços, gravatas, tiaras, meias-calças, meias sete oitavos e três quartos, além de modelos de tênis e sapatênis, sapatos boneca, mocassins, oxfords e sapatilhas. Porém, para evitar um visual caricato modernize-o usando maxicolares, coturnos, peças de couro, estampas florais maxitricôs, lenços e ankle boots.

Para compor um look preppy, invista nos tecidos diferenciados e cortes impecáveis. Muitas peças, entretanto, podem ser confeccionadas sob medida. A produção deve ser clássica, porém não muito séria, quebrada por elementos joviais e delicados. Invista nos tons neutros, cores opacas, estampas discretas, moletons numerados, pulôveres e sobreposições de suéteres e camisas.