Escurecimento da virilha: conheça as causas e saiba como evitar

O problema é mais recorrente em mulheres de pele morena ou que estão acima do peso

Por Tais Romanelli
escurecimento da virilha conheca as causas e saiba como evitar Escurecimento da virilha: conheça as causas e saiba como evitar

Foto: Thinkstock

Localizada em uma região de pele delicada, a virilha está sujeita, por diversos motivos, a escurecer. E, por mais que seja uma parte do corpo que fica escondida, nenhuma mulher gosta de vê-la nesta condição, especialmente no verão, quando é comum usar biquínis e maiôs, em praias ou piscinas.

O que causa o escurecimento?

Um dos principais motivos que causam o escurecimento é o atrito, justamente por ser a virilha uma área de dobra. Além do contato da área com roupas, pode ocorrer o atrito de pele com pele, principalmente em quem está com sobrepeso (e possui mais dobras).

O escurecimento pode ser ainda resultado de uma micose causada por fungos, que ocorre pelo fato da virilha estar sempre coberta com roupas e, também, por ser área de dobra, enfrentar calor e umidade.

A depilação também pode ocasionar o quadro de escurecimento da virilha. Em algumas pessoas, ela causa pelos encravados, que inflamam. E a inflamação constante da pele resulta em escurecimento.

Em mulheres alérgicas a metal, raspar os pelos com lâmina também favorece o escurecimento.

Que mulher está sujeita a ter esse problema?

Irene Dantas, dermatologista membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), destaca que principalmente as mulheres morenas e aquelas que estão acima do peso sofrem com o escurecimento da virilha.

Isabela Viana, 28 anos, diz que recentemente começou a se incomodar com o escurecimento de sua virilha. “Tentei resolver com algumas receitinhas caseiras, mas ao ver que não davam resultados, procurei uma dermatologista. Ela me alertou quanto ao perigo de tentar resolver esse problema sozinha, sem a orientação de um profissional. Disse, inclusive, que as receitas que usei em casa podem até ter agravado o escurecimento”, diz, alertando a todas as mulheres sobre a necessidade de procurar ajuda médica assim que o problema surgir.

“A dermatologista me explicou, então, que o escurecimento, no meu caso, aconteceu principalmente por eu já ter a pele escura. Então, as manchas em mim surgem mais escuras do que apareceriam numa mulher de pele clara. Mas a boa notícia é que, com alguns dias de tratamento, já tenho alcançado resultados”, conta Isabela.

Como clarear a virilha?

A dermatologista Irene Dantas explica que o clareamento da virilha é feito com despigmentantes e ácidos, entre eles hidroquinona, ácido fítico, ácido kojico e ácido azelaico, prescritos pelo médico.

Como evitar o escurecimento?

Embora existam pessoas predispostas ao escurecimento da virilha, alguns cuidados no dia a dia ajudam a evitar o problema. A dermatologista Irene Dantas explica que, para isso, é preciso diminuir o atrito.

Uma dica é evitar roupas muito justas e elásticos que apertem ou provoquem mais atrito. As peças devem ser arejadas para permitirem a ventilação da pele e a evaporação do suor. Para isso, a dica é escolher tecidos naturais, inclusive para as roupas íntimas.

No caso das mulheres que estão com sobrepeso, a orientação é emagrecer, para diminuir o atrito da pele da virilha. Além disso, a medida vai ajudar a aliviar o calor e suor nessa área.

Se a depilação for o principal motivo do escurecimento, vale a pena discutir com o profissional outras alternativas para eliminar os peles indesejados. Pessoas com muito pelo encravado, por exemplo, podem optar pela depilação a laser.

Com uma boa orientação médica e disciplina ao realizar o tratamento (aplicando os produtos em casa), a mulher resolverá o problema da melhor maneira possível, ficando livre para usar biquínis ou maiôs e aproveitar as estações mais quentes do ano sem preocupações!