Escolha o esporte ideal para seu filho

Determinar a melhor atividade para o pequeno não é tão difícil como parece

Por Amanda Saraiva
Atualizado em 15/05/2012 17:33

como escolher esporte ideal filho Escolha o esporte ideal para seu filho

Há um momento em que, para os pais, a preocupação com a atividade extracurricular ou esporte ideal para os filhos, ganha força. Como cada criança tem sua particularidade, é comum aparecerem dúvidas quanto à melhor opção e sobre qual o pequeno irá se adequar melhor.

Para solucionar a questão, é preciso levar em conta a personalidade, gostos, capacidades corporais, possibilidades e necessidades da criança, diz a psicóloga Marinete Lourenço. E, não deixe de consultar a opinião do pequeno e pedir que ele sugira algo.

Caso você não consiga identificar qual a atividade é ideal para seu filho, experimente algumas e auxilie-o a eleger uma delas. “Mas não todas ao mesmo tempo. E sim, uma de cada vez”, ressalta a psicoterapeuta Luciana Giordano.

Após a escolha, os pais devem ficar atentos e observar os reflexos que a prática está tendo em seus filhos e se está ajudando ou prejudicando a criança em relação à sua autoestima, desempenho escolar e rotina. “É importante considerar a faixa etária e valorizar o prazer que seu filho tem em realizá-las”, comenta Luciana. É importante que o pequeno não se sinta obrigado a fazer o que os pais escolheram.

As brincadeiras preferidas do pequeno podem indicar qual atividade ou esporte mais combina com ele. “Foque nos comportamentos que a criança mais evidencia. Por exemplo, se ela gosta de correr, pular ou brincar de bola, a escolha pode ser direcionada para um esporte”, explica a psicoterapeuta.

Segundo o especialista, é indicado também, ficar de olho no que é preciso ser desenvolvido nele. “Para uma criança tímida, por exemplo, os pais podem escolher uma atividade que a auxilie a diminuir essa característica e que contribua para a sua integração social: atividades em grupo, cursos, esportes ou algo que trabalhe a expressão”, indica.

Mas não é apenas na hora da escolha que os pais devem ficar atentos. É preciso acompanhá-lo de perto sempre e ficar atento aos excessos que ele pode vir a cometer, por não se identificar com a prática. Isso pode acarretar mudanças prejudiciais como a queda no rendimento escolar, ou até mesmo, alterações comportamentais repentinas. Com estes cuidados, seu filho tem tudo para crescer, se desenvolver da melhor forma e se tornar um campeão.

O que é indicado para quem

Veja quais comportamentos e características das crianças podem ajudar na escolha da melhor atividade física ou extracurricular para o seu filho

Criança hiperativa: O xadrez trabalha a concentração. Dança, natação, artes marciais e futebol mexem com a energia corporal e ensinam a disciplina – a hora de começar, de parar e de esperar a vez dele.

Criança tímida: Atividades em grupo promovem contato social e interação. É necessário notar se o pequeno está participando ou fica de fora, justamente por ser tímido. Esportes em equipe: futebol, basquetebol, voleibol ou handebol.

Criança agressiva: O judô e a capoeira são os indicados, já que auxiliam a canalizar a agressividade e ensinam a utilizar a força apenas nos tatames. Além disso, desenvolverá a disciplina e noções de limites.

Criança distraída: Para quem tem dificuldade de concentração pode-se indicar natação, tênis, dança e ginástica olímpica, atividades que proporcionam concentração nos movimentos. O importante é apoiá-las, ensinando que podemos errar, perder ou ganhar. Mostrar sempre que ela tem potencial.