Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Escleroterapia promete diminuir até 85% dos vasos

Entenda como é feito o procedimento que seca os "vasinhos" e deixa suas pernas lindas

em 14/10/2014

Foto: Thinkstock

Não se trata de nome de tratamento para esclerose. Apesar do nome complicado, essa técnica é um processo para secar telangiectasias, que são os tão detestados “vasinhos” que aparecem em nossas pernas sem pedir licença.

Toda mulher pode ter esses “vasinhos” e os motivos do seu surgimento podem ser diversos. Desde uma gravidez ou por culpa do sedentarismo, ou simplesmente por causa do histórico genético.

O problema afeta principalmente as mulheres, e em especial as fumantes, obesas, ou que trabalham muito tempo sentadas ou em pé. Outro fator determinante é o uso de anticoncepcionais orais pois eles influenciam os hormônios.

A técnica Escleroterapia já existe há 75 anos e é realizada com o auxílio de micro agulhas. Existe também a opção do tratamento a laser, mas este é mais complexo e detalhado. Enquanto a Escleroterapia é mais simples e não é limitada pelo tamanho do vaso ou cor da pele da paciente.

Claro que o procedimento, apesar de simples, não é corriqueiro. Então é necessário fazer uma avaliação vascular com um médico Angiologista, para verificar a fonte do problema. Se os vasos forem simples e pequenos, é só fazer o procedimento. Mas, se forem mais complexos e profundos (tendo conexão com o eixo central dos vasos), é necessário um procedimento cirúrgico.

A Escleroterapia pode ser feita em uma clínica mesmo, não é necessário ir ao hospital. O processo utiliza uma micro agulha que injeta uma substância (que inclui glicose) responsável por secar os vasos. Essa substância inflama e endurece a veia, o que impede o fluxo sanguíneo no local.

Não é necessário a aplicação de anestesia e cada sessão dura em média 30 minutos. Os poucos efeitos colaterais possíveis são: desconforto ou ardência no local das aplicações e sensação de peso nas pernas.

Após a aplicação, a paciente deve utilizar uma meia elástica para evitar a formação de muitos hematomas e ajudar o resultado final. É aconselhável também, evitar banhos de imersão e piscinas por pelo menos 24 horas depois da aplicação.

Para obter um bom resultado aconselha-se, pelo menos, de três a seis sessões, com intervalo de quinze dias entre uma e outra. Isso, dependendo da quantidade e profundidade dos vasos. Ainda assim, alguns cuidados são necessários, como evitar o sol caso apareça algum hematoma. As manchas e hematomas que podem surgir após a aplicação, devem desaparecer no primeiro mês.

Depois da aplicação, tente não ficar o tempo todo deitada. Caminhar é necessário e auxilia na recuperação.

O procedimento costuma diminuir de 65 a 85% dos vasos, mas como podem surgir novos vasos, é necessário fazer uma manutenção semestral.

Hoje 30% da população apresenta um tipo de varizes ou telangiectasia, e dentro deste número, 70% são mulheres acima dos 30 anos. Mesmo assim, não deixe que os vasos te façam esconder as pernas, busque um tratamento e sinta-se mais livre.

Comentários
Dicas relacionadas