Entenda a Fadiga Adrenal

Saiba como essa nova doença causada pelo estresse prolongado pode prejudicar sua saúde

Por Deborah Busko

fadiga adrenal Entenda a Fadiga Adrenal

Que a correria do dia a dia, os problemas em casa, no trabalho e o trânsito podem interferir na saúde de homens e mulheres de todas as idades, você já sabia, mas talvez ainda não tenha ouvido falar sobre a Fadiga Adrenal. Essa nova doença causada pelo estresse já é considerada a síndrome do século XXI e entre outros danos à saúde, também acelera o envelhecimento.

Quando ocorre em períodos prolongados e intensos, o estresse sobrecarrega diversos órgãos e sistemas do corpo, como nervoso e imunológico, além de vasos sanguíneos, coração e glândulas suprarrenais (responsáveis pela síntese de diversos hormônios).

Nosso organismo possui as chamadas glândulas adrenais, que são responsáveis pela defesa de todos os traumas físicos, entre eles, frio, calor, fome. Elas também protegem o corpo contra o estresse.

Quando há deficiência de adrenalina e cortisol, hormônios produzidos por essas glândulas em resposta ao que está causando o estresse, podem ocorrer inúmeras disfunções no organismo. Além disso, o corpo fica vulnerável a infecções e é aí que podem surgir os primeiros sinais da Fadiga Adrenal.

Sintomas

A doença ainda é pouco conhecida e, por isso, os sintomas muitas vezes são confundidos com depressão, ansiedade, fibromialgia, anemia, labirintite, entre outros problemas de saúde. Os principais sintomas da Fadiga Adrenal são:

  • Cansaço;
  • Depressão;
  • Alterações do sono;
  • Ansiedade;
  • Baixa concentração e memória;
  • Baixo libido;
  • Apatia;
  • Medo sem causa aparente;
  • Resfriado e outras infecções frequentes;
  • Compulsão por doces, salgados, cafeína e frituras.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico é realizado por testes laboratoriais de sangue e urina. Para o tratamento da Fadiga Adrenal, são usados aminoácidos, vitaminas, medicamentos fitoterápicos, e em alguns casos, hormônios.

Mudar os hábitos alimentares, fazer as refeições nos horários adequados e incluir alimentos mais saudáveis no cardápio, além de ter mais momentos de descanso, também são medidas essenciais.

Como nem todos os casos de Fadiga Adrenal apresentam os mesmos sintomas, o tratamento pode variar. Portanto, o melhor é procurar um médico para diagnosticar a causa do problema e orientar sobre o tratamento ideal.

Como evitar a Fadiga Adrenal?

Qualquer pessoa pode sofrer com o problema, por isso é importante manter alguns hábitos que podem afastá-lo. Uma boa alimentação, dormir bem e evitar situações estressantes por longos períodos são as principais formas de como evitar a Fadiga Adrenal. Para manter o estresse bem longe, vale praticar esportes, fazer uma boa caminhada, pedalar, nadar e investir em atividades relaxantes, como a meditação, por exemplo.