Dicas de Mulher Dicas para Mães

Dores nas costas durante a gravidez: causas e como evitar

Pesquisas apontam que cerca de 80% das gestantes apresentarão, em algum momento, este tipo de dor

em 12/11/2013

Foto: Thinkstock

A gravidez é um período mágico na vida das mulheres, que aguardam com grande expectativa o nascimento de um novo membro para a família. Mas é também uma fase que exige cuidados especiais por parte da futura mamãe, acompanhamento médico etc.

Não são poucos os relatos de mulheres grávidas que sofrem com alguns incômodos nessa fase. Entre eles, as dores nas costas. Piero Scarparo, ortopedista do Centro Especializado em Coluna e Dor, em Ribeirão Preto, formado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP) e especialista em Ortopedia e Traumatologia, destaca que a lombalgia (dor na região lombar) é um sintoma comum durante a gestação.

Ainda de acordo com o médico, pesquisas apontam que cerca de 80% das gestantes apresentarão, em algum momento, este tipo de dor.

O que provoca essa dor?

Piero Scarparo destaca que fatores biomecânicos, como a mudança das curvas normais da coluna (cifose, lordose e inclinação pélvica) que ocorrem para a acomodação do feto, além das alterações hormonais que promovem o acúmulo de líquido e o “afrouxamento” das estruturas ligamentares da região lombar e pélvica, são descritos como mecanismos envolvidos no aparecimento da lombalgia gestacional. “Sabe-se ainda que, no terceiro trimestre gestacional, o aparecimento da lombalgia é mais frequente”, explica o ortopedista.

Scarparo acrescenta que alguns estudos apontam ainda que, as mulheres que eram sedentárias antes da gestação e aquelas que, durante a gestação realizam esforço físico exagerado, com movimentação repetitiva, apresentam um risco maior para o aparecimento da lombalgia.

Cuidados necessários para evitar dores nas costas na gestação

  • Durante a gravidez, é fundamental evitar levantar peso. Mas, caso a gestante tenha que carregar alguma coisa, ela deve segurar o objeto bem perto do corpo, dobrar os joelhos – e não as costas – e tentar não torcer o corpo.
  • Se a gestante passa muito tempo sentada – devido ao trabalho, por exemplo -, ela deve manter a coluna bem reta. É importante ainda levantar de tempo em tempo e fazer uma rápida caminhada, no próprio local, apenas para mudar um pouco de posição.
  • A mulher grávida não deve ainda usar salto alto e, sim, optar por sapatos bem confortáveis e firmes.
  • Já as mulheres que trabalham em pé, devem se organizar para fazer um intervalo de descanso no meio do dia. Além dessas dicas, é fundamental conversar com seu médico sobre todos seus hábitos (não só os de trabalho), para que ele possa passar as melhores orientações para esse período que exige cuidados especiais.

Prevenção: como evitar as dores nas costas durante a gravidez?

De acordo com o ortopedista Scarparo, a recomendação preventiva é para que as mulheres que planejam engravidar façam exercícios moderados, com foco no fortalecimento da musculatura lombar e pélvica. “Para isso, é muito importante o acompanhamento de um profissional da área”, lembra o médico.

Para as mulheres que já estão grávidas, a recomendação é a realização de atividades físicas leves a moderadas, como, por exemplo, caminhadas e exercícios na água, entre outros.

“É importante salientar que as gestantes devem sempre buscar orientações com seu médico antes de iniciar a prática de atividade física, sendo ela sedentária ou não”, destaca Scarparo.

Relatos de mães

Foto: Thinkstock

Andreia P. Martins, 32 anos, empresária, conta que teve uma gestação tranquila, sem enjoos e outros sintomas, mas, nos dois últimos meses de gravidez, sentiu dores nas costas. “Durante os primeiro oito meses, consegui trabalhar normalmente, sentada em frente ao computador. Meu médico orientou que eu levantasse de uma em uma hora e fizesse uma pequena caminhada no escritório, para evitar maiores incômodos. Mas, nos últimos meses de gestação, sofri um pouco com dores nas costas”, relata. “Procurei meu médico e ele me passou boas orientações, me falando como eu deveria sentar corretamente, deitar etc. E lembrou que eu não deveria ficar muito tempo na mesma posição”, acrescenta.

Já Tatiane Bhoscariol, 29 anos, advogada, conta que não sentiu dores nas costas durante a gravidez. “Tive uma gestação ótima, sem incômodos. Acredito que tenha sido assim porque eu já praticava atividades físicas desde antes de engravidar. Depois, continuei com caminhadas, praticamente diárias, o que ajudou muito. Me sentia muito bem”, relata.

Agora você já sabe: se está pensando em engravidar, uma boa dica é já investir em exercícios com foco no fortalecimento da musculatura lombar e pélvica, contando sempre com a supervisão de um profissional da área. Para isso, consulte ainda, anteriormente, um médico de sua confiança e siga todas as orientações passadas por ele.

Comentários
Dicas relacionadas