Novidade! Baixe nosso app em seu smartphone Android iPhone

Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

Dietas rígidas são contraproducentes

Sem uma reeducação alimentar e emocional, as dietas podem ter efeitos contrários aos desejados

em 23/09/2014

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Não faltam no mercado sugestão de produtos que auxiliam na perda de peso. Propagandas em revistas, sites, tudo é válido para levar ao grande público a tentar perder o peso indesejado. Os famosos chás, medicações e dietas, que oferecem a mágica do emagrecimento, sem ter um acompanhamento adequado e indicado.

Por outro lado, vemos a estatística a respeito da obesidade crescendo a níveis alarmantes, porém a falta de informação, ou muitas vezes a esperança de perder peso rápido acabam sendo o gatilho para se tentar emagrecer.

Quando fazemos dietas por conta própria, sem orientação nutricional, acabamos por tentar um caminho mais curto, porém passando alguns dias ou meses, acabamos recuperando novamente o peso perdido.

Além desse efeito sanfona que causa desânimo, o perigo está em desenvolver um quadro de obesidade maior, ou mesmo transtornos alimentares, como bulimia, anorexia e compulsão.

É fundamental a decisão de se iniciar a reeducação alimentar, pois regimes e dietas são contraproducentes, ou seja, podem ter efeitos contrários aos desejados. Então, faça certo desde o início. Tenha em suas mãos o controle da sua ingestão alimentar, pois comer é para se nutrir, e não para preencher um vazio ou um processo de ansiedade frente a outras situações a que possa estar exposto diariamente.

Portanto, o ideal é traçar metas realistas, para que a frustração não seja obstáculo frente a sua determinação de vencer. Emagrecer aos poucos é a melhor forma de manter o peso magro, lembrando que “dietas” ou “regimes’ restritivos levam a compulsão, atrasando seu objetivo inicial que é a perda de peso.

Quando as tentativas são seguidas de fracassos, acabamos nos desestimulando, com a autoestima prejudicada, tornando um ciclo vicioso. A perda de peso somente é efetiva, quando nos dispomos a realmente buscar a saúde e bem-estar. Esse caminho somente é possível, quando amparados de uma equipe de profissionais, que tem o conhecimento necessário para auxiliar nesse processo.

A reeducação emocional e alimentar é o caminho do sucesso para qualquer processo de perda de peso, pois o objetivo é aprender a comer de forma adequada, somente por fome, e sentir-se leve e tranquilo com as escolhas alimentares.

Luciana Kotaka

é colunista do Dicas de Mulher e especialista em Psicologia

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas