Dicas para se livrar das dívidas do cartão de crédito

Como quitar as pendências do cartão, colocar as faturas em dia e sair do vermelho

Por Deborah Busko
Atualizado em 16/01/2012 9:22

como se livrar das dividas do cartao de credito Dicas para se livrar das dívidas do cartão de crédito

Basta dar uma voltinha pelo shopping para ver que as vitrines trazem promoções com descontos incríveis e liquidações pra lá de interessantes. Na hora de pagar, as formas de pagamento são ainda mais tentadoras. Prestações a perder de vista, cheques e o prático parcelamento no cartão de crédito.

Acontece que, mesmo com tantas facilidades, é preciso ter muito cuidado para não passar dos limites e acabar toda enrolada com as finanças. E você sabe, dívidas acumuladas são sempre sinônimo de dor de cabeça.

No caso das dívidas do cartão de crédito, a atenção deve ser redobrada. Uma regra básica é não comprometer mais que 30% da sua renda com dívidas, especialmente do cartão de crédito. Não se esqueça de que os juros do cartão de crédito estão entre os maiores praticados no mercado e essa dívida cresce como uma bola de neve.

Se você não usa o seu cartão para despesas essenciais, o primeiro passo é reconhecer que passou dos limites com os gastos no cartão de crédito. Neste caso, a melhor dica é aprender a controlar seus impulsos e deixar o cartão de lado até conseguir regularizar a sua situação.

Mas se o seu caso é outro e você necessita do cartão para conseguir cumprir seus compromissos financeiros do mês, a situação é um pouco mais complicada de ser resolvida. Mas acalme-se, tem solução. Confira algumas dicas para se livrar das dívidas do cartão de crédito e saiba o que fazer para resolver a situação.

Procure sempre pagar o valor integral da fatura do cartão de crédito. Se você paga só o mínimo, o restante é cobrado com multa e juros. Escolha uma data para vencimento da fatura que coincida com o período em que sua conta terá dinheiro. Por exemplo, um dia ou uma semana após o recebimento do salário.

Estabeleça uma estratégia para quitar a fatura integral. Para isso, o primeiro passo é adaptar seus gastos à sua realidade. Faça uma análise de tudo o que você ganha tudo o que você gasta. Liste os seus gastos mensais no cartão de crédito, você pode fazer isso montando uma planilha de orçamento pessoal exclusiva para essa finalidade.

É importante saber para onde vai cada centavo do seu dinheiro e aí, decidir o que pode ser mantido e o que deve ser cortado ou substituído pelo menos enquanto as faturas ainda estiverem atrasadas.

Em seguida, procure o gerente da sua conta para renegociar a dívida do cartão de crédito de acordo com as suas possibilidades. Mantendo a planilha com os gastos sempre atualizada, você consegue controlar seus gastos e canalizar os esforços para quitar as pendências o mais rápido possível.

O limite do cartão de crédito é apenas um empréstimo que, quando utilizado, precisa ser pago. Por isso, não gaste todo o limite oferecido pelo banco e quando estiver prestes a fazer uma compra, lembre-se que ela vai contribuir para o valor da fatura crescer e o seu problema aumentar. Vale também baixar o limite do cartão e, se perceber que o valor da fatura está alto demais e com o seu salário não será possível cobrir, pegar empréstimo pessoal no banco para saldar a dívida pode ser uma boa opção. Geralmente as são mais baixas que as do cartão.