Dicas de Mulher Dicas para Mães

Dicas para acompanhar o desempenho dos filhos na escola

Veja como é possível fazer com que os pequenos tenham sucesso na vida escolar sem cobrá-los de forma exaustiva

em 08/05/2012

Auxiliar na construção de uma vida de sucesso, garantir tudo do bom e do melhor e claro, permitir com que seus pequenos frequentem os melhores colégios da cidade. Esses e outros desejos são os mais ouvidos entre os pais quando o assunto é educação e vida estudantil de seus filhos.

Mas nem sempre essas metas são suficientes para que as crianças tenham um desempenho satisfatório e que consiga acompanhar efetivamente o curso disponibilizado nas escolas. Por isso, a professora do Colégio Reino do Ensino, Arlete Codo, dá dicas para acompanhar o desempenho dos filhos na escola.

Segundo Arlete, os pais normalmente acreditam que garantir um bom colégio é sinônimo de sucesso para seus filhos. “Já vi casos em que eles atribuem o papel da educação apenas ao professor, e acreditam que as escolas são as únicas que devem ensinar. Isso é um erro bastante comum”, comenta.

Porém, a parceria entre pais e educadores é crucial para o desenvolvimento da criança, pois através da conversa entre eles, é que se pode detectar falhas, avanços e até mesmo encontrar maneiras de como solucionar a defasagem da criança.

E para isso, nada melhor do que procurar se encontrar com o educador nas reuniões em que o colégio disponibiliza para que o trabalho de ambos esteja sempre em sintonia. “É preciso que os pais compareçam nas reuniões de pais e mestres, pois é nesse momento que podemos encontrar maneiras de nos ajudar”, aconselha Arlete Codo.

Verificar a agenda, conferir as lições de casa e os trabalhos em grupo, também são maneiras eficazes de saber como está o acompanhamento do seu filho. “Muitos pais deixam de observar o caderno dos filhos, conferir a letra, o capricho e o interesse da criança nas lições de casa. Isso também é prejudicial para ela”, diz Arlete.

Conversar como amigos

É preciso que os pais conversem abertamente com os seus filhos sobre os mais diversos assuntos: desde sexualidade à drogas. Ter um relacionamento aberto com os pequenos faz com que eles sintam-se a vontades de também conversar sobre tudo. “Infelizmente, estamos suscetíveis a todo tipo de violência nos dias de hoje, e estabelecer um diálogo com as crianças, é uma maneira de fazer com que elas confiem nos pais e estejam dispostas a contar tudo sobre sua vida”, recomenda a professora.

É preciso também não estipular notas e não cobrá-los demais. A cobrança é um dos fatores que prejudica o bom desempenho escolar dos pequenos. “É importante que os pais conversam com seus filhos, perguntem diariamente se eles tem dúvidas e incentive o hábito da leitura. Crianças que gostam de ler livrinhos infantis estimulam a imaginação e até o poder de argumentação”, ressalta Arlete.

Caso a criança teve uma nota abaixo do recomendado, o ideal é que os pais procure disponibilizar um tempo para estudar junto com a criança e mostrá-la que é possível sim recuperar, isso fará com que eles sintam-se mais autoconfiantes e aprendam com os seus erros. “Brigar e exigir notas acima do que ele tem apresentado não é uma maneira saudável de ajudá-los na recuperação.É essencial que os pequenos enxerguem os seus pais como amigos e que estarão sempre ao lado para poder ajudá-los”, recomenda a professora.

A prática de atividades físicas também é uma ótima opção para que as crianças fiquem mais atentas, o que contribui eficazmente no resultado escolar. “As crianças tem muita energia e por isso, precisam gastá-las. Para isso, o recomendado é que os pais procurem brincar ou até mesmo caminhar com os seus filhos durante alguns minutos. Isso já é o suficiente para mantê-los dispostos”, comenta Arlete.

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas