Dicas de boa convivência para quem divide o lar

Confira algumas sugestões do que vocês podem adotar na rotina da casa e evitar conflitos

Por Andressa Dias
Atualizado em 06/03/2012 16:35

dicas para quem divide casa Dicas de boa convivência para quem divide o lar

Dividir o lar com alguém não é tarefa fácil. Porém, com alguns cuidados é possível tornar essa tarefa mais organizada e fazer com que isso seja mais agradável do que parece ser.

Sugerimos algumas formas de lidar com essa situação para que você e quem mora com você tenham uma vida tranquila, evitando possíveis problemas. Confira.

Mantenha as finanças organizadas e em dia

Para evitar problemas como conflitos sobre o pagamento ou não de alguma conta, é essencial manter tudo organizado e bem registrado. E para que isso seja possível, a dica é centralizar os pagamentos todos em uma pessoa.

Vocês podem entrar em consenso sobre quem paga as contas e recolhe o dinheiro, bem como faz planilhas para manter os valores registrados. Outra sugestão é fazer recibos para que não haja o problema de alguém dizer que pagou algo que não pagou, ou ainda, um cobrar algo que o outro já pagou.

Por esses motivos é importante manter tudo muito bem organizado e anotado e nunca “deixar para lá” quando o assunto é dinheiro. E quando se tratar de compras da casa, o que for comum a todos (produtos de limpeza, por exemplo) pode ser dividido igualmente, enquanto os outros itens de consumo pessoal deve ser pago por quem os adquiriu.

Quem cuida das finanças tem um pouco mais de trabalho do que quem apenas entrega o dinheiro para ela, portanto, para tornar o compartilhamento de responsabilidades entre vocês um pouco mais justo, quem cuida das finanças pode ter um desconto na parte dele ou dela das contas da casa.

Divida as responsabilidades entre vocês

Assim como a responsabilidade pelo dinheiro tem que ser de alguém, a responsabilidade de limpar e organizar a casa também precisa ser distribuída. Vocês podem dividir por semana – cada um limpa em uma semana ou ainda dividir por atividade – enquanto um de vocês limpa a sala o outro limpa a cozinha.

Essa divisão de tarefas precisa ser muito bem esclarecida, mas pode ser flexível dependendo do nível do relacionamento entre vocês. Vale lembrar que se não for sua semana de fazer a limpeza você não pode abusar sujando e bagunçando a casa toda, tenha consideração pela pessoa que divide o lar com você.

Uma maneira de manter a divisão organizada é tendo uma lista onde vocês podem anotar o que é responsabilidade de cada um e checar quando estiverem com dúvidas.

Criem regras para manter a ordem na casa

É necessário criar alguns combinados entre vocês para que o convívio não se torne uma bagunça onde cada um faz o que quer, do jeito que quer e a hora que quer. Conversem e determinem algumas regras básicas para manter a casa em ordem. Confira alguns exemplos de regras que vocês podem usar:

  • Não preparar janta após das 22h;
  • Não trazer estranhos para casa sem consultar quem mora na casa antes;
  • Não entrar no quarto dos outros moradores ou pegar objetos emprestados sem pedir;
  • Não ligar música alta demais;
  • Não convidar amigos para passar um tempo na casa.

Essas são apenas algumas ideias, mas lembre-se que as regras podem ser mais flexíveis e elas dependem muito do tipo de relacionamento que você e seus companheiros de lar tem.

Tenham um meio de comunicação para eventuais reclamações

A comunicação entre vocês é um ponto chave para a boa convivência e deve ser tratada com a devida importância. Quando acontece algo que uma das pessoas que mora na casa não gosta, ela deve ter meios para expressar isso, assim evita-se o conflito desnecessário.

Vocês podem se falar cara a cara sobre o que não gostam, ou, se preferirem podem escrever um para o outro o que foi que aconteceu que não o agradou. Vale ressaltar que isso deve ser feito de forma educada e cordial para evitar ofensas.

Seguindo essas dicas, vocês evitam problemas maiores. Infelizmente, alguma pequena discussão durante o tempo que vocês compartilharem o lar será inevitável, mas quanto mais isso puder ser evitado – melhor. Então use do bom senso e seja cordial, assim vocês terão uma convivência pacífica e agradável. E se não der certo, por que não dividir o lar com outras pessoas? Afinal, ninguém é obrigado a se dar bem com todo mundo.