Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Cuide da saúde do seu ouvido

Saiba como evitar complicações e doenças no ouvido

em 17/02/2012

É comum que este órgão tão importante muitas vezes seja negligenciado quando se trata de cuidados. Cuidamos da saúde bucal, do nosso corpo e outros órgãos, mas por vezes o ouvido passa sem os cuidados necessários.

Para evitar problemas nos ouvidos e até consequências graves como a surdez, é necessário tomar alguns cuidados. Confira a seguir os principais problemas que o seu ouvido pode ter e dicas úteis de cuidados que você deve ter com este órgão.

Cuidados com o ouvido

Uma das coisas que se deve evitar quando se trata de cuidados com o ouvido é o uso de hastes flexíveis. Quando inseridas muito profundamente no ouvido, elas podem até perfurar o tímpano. Por isso, especialistas recomendam que sua limpeza seja feita com uma toalha com o auxilio do dedo indicador, assim você pode limpar a parte externa e não comprometerá a saúde do seu ouvido.

Outro fato interessante é que o ouvido é um órgão que possui seu próprio mecanismos de limpeza, ou seja, a intervenção humana não é necessária. A cera presente no ouvido, em pequenas quantidades, serve como proteção e os próprios pelos que se encontram no ouvido fazem o trabalho de expulsar seus excessos.

Portanto, nada de querer “cutucar” o ouvido até remover toda a cera. Caso acredite que seu ouvido está sujo ou precisa de mais cuidados, procure um otorrinolaringologista.

Doenças de ouvido

Zumbido

É muito comum ouvirmos um zumbido no ouvido e isso acontece geralmente devido à exposição a ruídos excessivamente altos, uso de fone de ouvido no volume muito alto e inclusive pelo uso desorientado de anti-inflamatórios e descongestionantes.

Para evitar o problema, deve-se proteger os seus ouvidos de ruídos altos como de máquinas e instrumentos de construção civil. Além disso, o uso de fone de ouvido deve ser feito com cautela e sempre com o volume em uma altura agradável e não exagerada.

Para tratar esse incômodo, pode ser necessário usar aparelho auditivo e evitar a cafeína, para que a circulação sanguínea não aumente e deixe o zunido ainda mais forte. É importante prevenir esse problema, pois ele pode causar problemas de concentração, dificuldade para dormir e até influenciar negativamente a sua libido.

Otite média

A otite média acontece normalmente nas épocas frias do ano, quando as gripes são mais comuns. No caso da otite média, os fluidos decorrentes de infecções bloqueiam a passagem de ar que normalmente deve ocorrer entre o canal que liga o ouvido ao nariz.

Se você sentir dor de ouvido e dor de cabeça, acompanhada de tontura, diminuição da audição e uma sensação estranha de que seu ouvido parece estar tapado, você pode estar sofrendo de otite média.

Para tratar o problema, deve-se consultar o médico para que ele receite os medicamentos apropriados e é possível também que seja necessário fazer uma drenagem para remover a secreção acumulada no canal. É importante tomar cuidado nesse caso, pois essa otite pode até

Otite externa

A otite externa é muito comum durante o verão, pois os frequentes banhos de piscina e mar podem facilitar a entrada de água nos ouvidos. A otite externa se caracteriza por dor de ouvido, em especial durante a mastigação. Outro sintoma da otite externa é a diminuição da audição.

Quando perceber sinais da otite externa, não use cotonete para tentar remover a água que ficou dentro do ouvido, pois isso pode pior a situação. Para aliviar a dor, use compressas quentes. Para fazer a compressa, esquente um pano com o ferro de passar e depois coloque o pano aquecido sobre o ouvido por cinco minutos. Tenha cuidado para não se queimar com o ferro ou esquentar o pano demais, senão você pode queimar a orelha.

Apesar desse tipo de otite não poder causar surdez, é recomendado consultar um médico, pois ele poderá indicar o tratamento ideal com medicamentos específicos para o caso.

Não se esqueça de sempre cuidar e ficar atenta aos sinais que seu ouvido dá de que algo está errado com ele. E, em caso de dúvidas, busque aconselhamento médico.

Curta nossa página no Facebook
Comentários
Dicas relacionadas