Cuidados com a micropigmentação

Conheça as indicações e saiba quais os cuidados necessários após a maquiagem definitiva

Por Deborah Busko
Atualizado em 03/04/2013 11:21

cuidados micropigmentacao Cuidados com a micropigmentação

A micropigmentação, mais conhecida como maquiagem definitiva, é uma opção prática para quem quer acordar bonita todos os dias, sem precisar gastar alguns bons minutos na frente do espelho se preocupando em fazer uma maquiagem impecável. Além disso, o procedimento é procurado por quem quer corrigir falhas, cicatrizes ou valorizar a harmonia dos traços faciais.

As mais comuns são o preenchimento e correção das sobrancelhas e a maquiagem para delinear os olhos. A micropigmentação também é utilizada para a reconstrução da auréola dos seios para mulheres que retiraram as mamas em razão de um câncer de mama ou cirurgias no local.

A micropigmentação é contraindicada para quem tem diabetes e tem a taxa de glicose elevada, já que estes fatores influenciam na cicatrização e podem causar complicações. Além disso, a maquiagem definitiva também não pode ser feita por pessoas em tratamento de quimioterapia ou radioterapia.

O procedimento é realizado com um dermógrafo, aparelho que usa agulhas próprias e pigmentos minerais. Geralmente, tem duração de 30 a 60 minutos. É importante escolher um profissional qualificado para o trabalho para minimizar o risco de problemas e cicatrizes.

Depois de feito, não se deve expor a pele ao sol por três dias. Outro cuidado com a micropigmentação importante é evitar o calor (até mesmo do secador de cabelo), que provoca dilatação dos poros e pode fazer com que os pigmentos se espalhem ou se percam.

Em geral, a durabilidade da micropigmentação é de um a dois anos. As técnicas usadas atualmente são mais superficiais justamente para que o resultado seja mais natural. Durante esse período, é necessário ter alguns cuidados com a região pigmentada, como usar protetor solar e não passar cremes com ácidos onde foi aplicada a maquiagem definitiva.