Conheça os nutricosméticos

As chamadas pílulas da beleza nutrem a pele, cabelos e unhas de dentro para fora

Por Deborah Busko
Atualizado em 14/03/2012 10:49

nutricosmeticos Conheça os nutricosméticos

Manter uma dieta balanceada é o método mais recomendado para quem deseja manter o corpo fortalecido, evitar doenças e retardar o processo de envelhecimento. O segredo está nas vitaminas e minerais contidos nos alimentos, ótimos para combater os radicais livres que destroem as células sadias do nosso organismo.

No entanto, pensando nas pessoas que não consome a quantidade necessária de nutrientes para oferecer proteção total ao organismo, seja por falta de tempo para se alimentar corretamente ou por qualquer outro motivo, a indústria da beleza desenvolveu os nutricosméticos.

O que são nutricosméticos?

São pílulas que têm o objetivo de nutrir o organismo para garantir a saúde do corpo e assim, proporcionar uma beleza de dentro para fora.

Ou seja, ao repor possíveis deficiências de vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos e proteínas dentro do corpo, o efeito pode ser visto por fora, pois problemas estéticos como de rugas, unhas fracas, queda de cabelo, flacidez são amenizados.

Vale ressaltar que os nutricosméticos não fazem milagres e não substituem cremes, tratamentos estéticos e nem a dieta. Na verdade, eles são uma ajuda extra e devem ser usados como um complemento na rotina de beleza de quem quer ter pele, cabelo, unhas e corpo em dia.

No caso das pílulas nutricosméticas com ação antigordura, por exemplo, elas ajudam a acelerar o metabolismo e a diminuir medidas. No entanto, os resultados só vão aparecer se o uso for combinado com dieta e muita malhação.

Assim como os cremes, os efeitos das pílulas geralmente aparecem após 60 dias de uso. Mas há quem sinta os resultados já na terceira semana. O ideal é fazer o tratamento com as cápsulas por pelo menos três meses, período que o corpo precisa para assimilar os nutrientes.

Quem pode usar os nutricosméticos?

Os nutricosméticos são considerados suplementos nutricionais pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e podem beneficiar mulheres a partir dos 18 anos. As farmácias não exigem receita para a compra das pílulas, apesar disso, é necessário procurar a orientação de um dermatologista ou de um nutricionista antes do uso.

As contraindicações quanto aos nutricosméticos são poucas, mas existem. Gestantes e lactantes não devem iniciar o consumo das pílulas sem antes consultar o médico. Pessoas alérgicas a algum dos componentes das pílulas, quem tem doenças renais crônicas, hipertensão ou diabetes também deve ter atenção.

Outro ponto importante é fazer exames para diagnosticar as deficiências nutricionais que estão comprometendo a sua beleza. Dessa forma, fica mais fácil saber quais os nutricosméticos ideais para realçar a sua beleza. Essa análise também afasta o risco de sobrecarregar o organismo com alguma substância. Se forem usadas em excesso, em vez de ficar mais bonita, a pessoa pode ter o efeito contrário.

Um nutricosmético para cada problema

Os nutricosméticos já se tornaram grandes aliados da beleza feminina. Nas prateleiras já é possível encontrar pílulas para problemas variados. Veja exemplos dos mais comuns, sua composição e como agem:

  • Reduzir rugas, manchas e flacidez: Com antioxidantes e firmadores, como colágeno, zinco, vitaminas C e E, extrato de soja e licopeno. Agem potencializando a renovação celular e aumentam o colágeno, proteína que deixa a pele mais resistente, firme e elástica.
  • Combater gordura localizada e reduzir celulite: A mistura de vitaminas (A, C e E), minerais (zinco, magnésio, selênio, silício) e cafeína serve para prevenir a retenção de líquido, acelerar o metabolismo e promover a quebra de gordura.
  • Fortalecer cabelos e unhas: A combinação de vitamina H, ômega 3 e licopeno restaura fios finos e sem brilho e também colabora no crescimento. As vitaminas A, C e E, ácido fólico, ferro e cobre dão força para as unhas com tendência à quebra e descamação.
  • Manter o bronzeado: Contêm vitamina E, betacaroteno e licopeno, ativos que reforçam as defesas da pele e aumentam a produção de melanina para diminuir a sensibilidade da pele e prolongar o bronzeado.