Como manter um casamento longo sem perder o romantismo

É preciso conquistar o outro todos os dias e buscar formas de manter aquela sensação boa do início do namoro para ter um casamento feliz

Por Deborah Busko
Atualizado em 22/06/2012 9:23

casamento longo romantismo Como manter um casamento longo sem perder o romantismo

Para manter um casamento longo sem perder o romantismo, é preciso mais do que amor. As expectativas quanto ao relacionamento e, principalmente, o que se espera do companheiro no começo da união é diferente do que se busca anos depois.

Portanto, o que faz um casamento durar é entender a necessidade e a importância destas adaptações ao longo da vida como um dos principais requisitos para manter a felicidade e o romantismo entre os dois.

Quem começa um casamento precisa saber que não existe relacionamento em que se viva só de beijos e às mil maravilhas. É inevitável que diversas situações no cotidiano do casal se tornem motivos para brigas e desentendimentos que podem colocar à prova o relacionamento.

Por isso, a convivência de muitos anos deve servir como um aprendizado e com o tempo, se aprende a distinguir o que é importante do que não é, quais situações e sentimentos são relevantes ou não.

Ter projetos em comum também é outra forma de se manter em sintonia com o seu amado. Pode ser comprar uma casa, organizar uma viagem ou simplesmente a criação dos filhos. O companheirismo é outro aspecto primordial.

Não existe uma fórmula exata, muito menos uma receita a ser seguida passo-a-passo por quem deseja ter um casamento longo e feliz. Entretanto, buscar formas de manter o romantismo, mesmo depois de muitos anos juntos, é uma maneira de manter aquela sensação boa, aquela felicidade do início do namoro.

É preciso conquistar o outro todos os dias e não deixar o casamento cair na monotonia. Isso não se limita apenas à vida íntima do casal, apesar de este ser um dos pontos que merece bastante atenção – e uma apimentada no sexo não faz mal a ninguém.

Acabe com as cobranças, perseguições e interrogatórios. Façam programas diferentes, busquem aprender coisas novas juntos, volte aos tempos de namoro e surpreenda seu amado com ideias criativas. Manter a individualidade também é essencial. Mesmo casados, cada um precisa ter seu espaço, precisa ter o seu momento.

Por fim, outra dica de como manter um casamento longo sem perder o romantismo é não descuidar da aparência. Ainda que os sinais da idade comecem a aparecer, que a rotina estressante não permita que você gaste horas cuidando de si mesma como costumava fazer ou que o orçamento esteja apertado, não se entregue à preguiça e ao desleixo.