Como identificar um nódulo no seio

Entenda porque o autoexame é tão importante e saiba como fazê-lo passo a passo

Por Andressa Dias
Atualizado em 07/06/2013 16:20

como identificar um nodulo no seio Como identificar um nódulo no seioA cada ano que passa, o câncer de mama atinge mais e mais mulheres em todo o mundo e em muitos casos, essa doença é fatal. É por esse motivo, que nós mulheres precisamos nos conscientizar do perigo iminente deste câncer nas pessoas do sexo feminino para que possamos nos prevenir desse risco.

Existem muitos mitos sobre o câncer de mama, mas o autoexame não é um deles e precisa ser levado em consideração como uma ferramenta poderosa de detecção de nódulos.

Por que é importante fazer o autoexame mensal?

O autoexame de mama deve ser feito mensalmente logo após o período menstrual. Quando a mulher se examina com frequência, ela consegue perceber com mais facilidade qualquer alteração nas mamas, o que auxilia o diagnóstico do câncer para que esse possa ser tratado a tempo.

Mulheres que já estão na menopausa ou tiveram histerectomia devem fazer o autoexame no primeiro dia do mês ou em outro dia que achar melhor para lembrar.

Embora seja possível perceber palpavelmente o nódulo somente quando ele chega aos 2 centímetros, é melhor que ele seja descoberto nesse estágio do que ainda mais tarde quando possivelmente já houver uma metástase do tumor, ou seja, quando ele já tiver se espalhado para outras partes do corpo.

Mesmo fazendo o autoexame mensal, é imprescindível que a mulher esteja sempre em dia com os exames de rotina, incluindo a mamografia.

A mamografia é capaz de identificar um tumor mesmo antes dele atingir o tamanho necessário para ser percebido pelo toque nas mamas.

Como fazer o autoexame das mamas

Confira o passo a passo para fazer o autoexame das mamas corretamente, sem esquecer nenhuma área:

  1. Examine toda a área dos seios e a axila durante o banho para facilitar a identificação de alterações;
  2. Observe-se na frente do espelho com os braços para baixo, em seguida com as mãos na cabeça e pro último com as mãos na cintura para forçar os músculos do peito;
  3. Toque os seios com a mão oposta a ele quando estiver sentada ou em pé fazendo movimentos circulares ou espirais começando pelo mamilo e continuando até chegar nas axilas;
  4. Faça o mesmo deitada, porém nesse passo você deve deixar a mão que não está usando apoiada atrás da cabeça para que o tecido do tórax se distribua de uma maneira que facilite o exame;
  5. Aperte com cuidado o mamilo para verificar se há saída de algum fluído.

Ao fazer o autoexame é necessário estar atenta à presença de algum desses fatores:

  • Qualquer caroço ou nódulo;
  • Tecido das mamas mais espesso;
  • Partes do seio com dores frequentes;
  • Rachadura no bico ou liberação de fluido pelo mamilo.

Caso perceba alguma dessas alterações na mama, procure um especialista o quanto antes, pode ser um ginecologista ou mastologista. Lembre-se que quanto mais cedo é feito o diagnóstico, maiores são as chances de cura do câncer de mama.

Infográfico – Câncer de mama

infografico cancer de mama1 640x1455 Como identificar um nódulo no seio

Clique na imagem para visualizar em tamanho maior.