Como identificar que você está com infecção urinária?

Entenda o que essa infecção é, quais são os tratamentos e como preveni-la

Por Ana Carolina Gabriel
Atualizado em 28/11/2013 11:17
como identificar que voce esta com infeccao urinaria Como identificar que você está com infecção urinária?

Foto: Thinkstock

Dor lombar, aumento da frequência de ir ao banheiro e desconforto ao urinar. Esses sintomas aliados à febre podem significar que você está com infecção na urina. Mas para ter um diagnóstico preciso, um simples teste de urina tipo 1 detecta o número de leocócitos, as células de defesa, no xixi.

Se o exame detectar a presença de muitos leocócitos é sinal que há alguma bactéria presente no sistema urinário, causando a infecção. Por isso, é importante procurar o médico para que ele oriente os medicamentos ideais para tratar o problema.

A necessidade de ir ao banheiro com mais frequência também significa que algo não está bem. “Na infecção urinária há a urgência miccional, isto é, urgência de ir ao banheiro, ardência ao urinar, dor embaixo do ventre, cheiro muito forte na urina, e às vezes, ela pode ficar mais concentrada” explica a médica Cristiane Braga.

Cristiane comenta que a infecção urinária é mais presente em mulheres, mas também ocorre, com menos frequência, em homens. “A infecção urinária é muito mais evidente nas mulheres, pois a uretra é bem mais curta do que nos homens. E, pode ser contaminada com secreções vaginais ou fezes. Existem pessoas mais suscetíveis, até mesmo por causa de baixa resistência”, explica.

Fique atenta

Observar a coloração da urina também é preciso. O ideal é que a tonalidade seja suave e clara. Caso estiver mais amarelada, pode significar falta de hidratação no organismo, sendo necessário o consumo de água com mais frequência durante o dia.

Se você perceber que há sangue ao urinar, o cuidado deve ser redobrado, pois significa que você possa estar com algum tipo de infecção, o que necessita procurar o especialista para que ele examine da melhor maneira e oriente quais os medicamentos são ideais. “O tratamento deve ser realizado e orientado por um médico. Consiste em antibióticos orais e, às vezes, antiiflamatórios orais”, recomenda a médica.

Como prevenir?

Beber, pelo menos, 1L de água por dia é essencial, pois ajuda na prevenção de inflamações, infecções e também na celulite, pois através da urina, é possível eliminar as toxinas presentes no organismo.

Caprichar na higienização íntima também é essencial, já que é através dela que se elimina resíduo e previne a proliferação de bactérias. Utilizar os sabonetes íntimos também é recomendado, mas é necessário ter atenção e usá-los com equilíbrio, pois é preciso preservar a flora bacteriana para manter o pH da região.

Os absorventes também devem ser trocados, pelo menos, a cada 1 hora. A mulher não deve dormir com os internos e esses precisam ser trocados a cada 2 horas de uso.

Cristiane recomenda também o consumo de sucos e chás sempre que possível. “A prevenção é feita também com o consumo correto de líquidos, como água, sucos e chás. Dependendo do caso, é recomendado o uso de vitamina C e/ou cranberry para evitar as recorrências”, sugere.