Como escolher o tipo de leite ideal?

Aprenda a escolher o melhor tipo de leite para o seu organismo

Por Carolina Werneck
Atualizado em 12/08/2013 10:27
como escolher o tipo de leite ideal Como escolher o tipo de leite ideal?

Foto: Thinkstock

O leite é o primeiro alimento com o qual temos contato, logo após o nascimento. A amamentação é considerada fundamental para o desenvolvimento do bebê – e há diversas campanhas encorajando as mães a amamentarem seus filhos tanto tempo quanto for possível. Como o leite materno é um alimento completo, ele ajuda a prevenir doenças e permite que a criança mantenha altos os níveis de defesa de seu organismo.

Mas, conforme cresce, é possível que um indivíduo desenvolva certa intolerância à lactose, ou mesmo deixe de apreciar o sabor, o que faz com que muitas pessoas diminuam ou simplesmente cortem o consumo de leite. Dada sua importância para a saúde humana, vale fazer um esforço para que isso não aconteça. Na maior parte dos casos basta fazer uma mudança no tipo de leite consumido.

UHT é a sigla em inglês para o processo ao qual o leite é submetido durante sua industrialização. Neste processo o leite é aquecido a altas temperaturas e, em seguida, resfriado, para que ocorra a destruição de quaisquer micro-organismos que possam ser prejudiciais à saude.

Na prateleira do supermercado as opções vão desde o básico integral a sofisticados compostos lácteos que prometem mais vitaminas, mais cálcio ou mais ferro. Além disso há também os provenientes de animais como a cabra e aqueles obtidos a partir de cereais como a soja ou o arroz. Para não errar na hora de escolher, fique atenta às seguintes características:

Quem está tentando emagrecer deve evitar o leite integral, já que este é o tipo que possui maior taxa de gordura em sua composição, cerca de 3%. Já os semi-desnatados possuem uma taxa de 2,9 a 0,6% de gordura, enquanto os desnatados apenas 0,5%.

O leite de soja é uma boa alternativa para quem sofre de intolerância à lactose uma vez que, por não ser de origem animal, não possui essa substância. Além disso, outras vantagens desta opção são seu sabor diferenciado e sua promessa de saúde redobrada, uma vez que a soja tornou-se a queridinha dos nutricionistas por possuir efeito benéfico no combate a uma infinidade de doenças. A única desvantagem é que o leite de soja, assim como o integral, também apresenta níveis altos de gordura, o que o torna uma alternativa a ser desconsiderada por quem está em algum tipo de dieta de emagrecimento.

Além destes tipos, há ainda os enriquecidos com Ômega 3 – que garante benefícios ao coração, os que levam vitaminas e minerais adicionais em sua fórmula e ainda os provenientes de outras fontes naturais, como o leite de amêndoa ou mesmo o leite de arroz.

Escolher corretamente o tipo de leite a ser consumido é essencial para que este alimento esteja sempre presente no cardápio, garantindo assim um organismo mais saudável e protegido.