Como escolher a cor certa para parede

Dicas para transformar sua casa com tinta e muita criatividade

Por Deborah Busko
Atualizado em 13/03/2013 18:37

como escolher cor parede Como escolher a cor certa para parede

Se você não agüenta mais entrar em casa e dar de cara com os mesmos móveis, o mesmo tapete, a mesma cortina, é hora de transformar a sua casa. E para isso não é preciso gastar uma fortuna em decoração. Com algumas latas de tinta e um pouco da criatividade, sua casa pode sofrer uma transformação radical.

Na hora de construir ou reformar, uma das tarefas mais difíceis é escolher a cor certa de tinta para pintura de parede. Todas as cores são bem-vindas, desde que tragam equilíbrio ao ambiente. Para escolher a cor certa para as paredes da casa, confira algumas orientações que podem ajudar.

Aproveitando os efeitos das tintas

Assim como acontece com as roupas, a cor das paredes também influencia no tamanho real do cômodo. A cor transforma os ambientes, ela pode ser utilizada para dar a sensação de que eles são maiores, menores, mais altos, mais baixos, mais largos ou até estreitos. Não é apenas na sensação de espaço que as cores interferem. No caso das paredes, elas são capazes de mudar a forma como nos sentimos em um ambiente. As cores influenciam no nosso humor, estado de espírito e concentração, além de estimular sensações como o prazer e o sono. Dependendo da cor de tinta utilizada, é possível deixar um ambiente mais alegre, descontraído, aconchegante, mais sério. Mas elas devem ser pensadas de acordo com o ambiente, e sua finalidade. Por isso, nada mais sensato do que definir cores distintas para cada parte da casa.

Mais espaço: Se o seu problema é espaço, tire proveito do truque das cores claras. Bastam algumas pinceladas para ter a ilusão de que o ambiente é maior. E nada de limitar-se ao branco. Amarelo, palha, e tonalidades claras de todas as cores são válidas. A única regra é que a cor lhe transmita conforto. Além disso, os tons suaves são mais fáceis de combinar e nunca saem de moda. Eles ainda podem ser combinados com cores mais fortes e alegres, trazendo equilíbrio e movimento aos ambientes.

Encurtar o ambiente: Para um ambiente retangular muito comprido, uma dica é pintar as paredes menores com uma cor mais escura. A sensação é de que o caminho de uma ponta a outra será percorrido em menos tempo.

Alongar o ambiente: Em um ambiente quadrado, a sensação de espaço aumenta se for aplicada uma cor mais escura em duas paredes, uma de frente para outra

Teto: Para locais em que o teto é muito alto, pintá-lo com uma cor mais escura contribui para criar uma sensação de aconchego e aproximação em relação a quem está em pé no corredor.

Objetos: Para “esconder” os utensílios pendurados, como um relógio ou quadro, deve-se pintar a parede do mesmo tom do objeto. Já se a intenção for ressaltá-lo, a tinta precisa ter uma cor intensa e contrastante para deixar o objeto mais destacado

Escolhendo as cores para cada ambiente

Os quartos, por exemplo, são ambientes de descanso e relaxamento, por isso pedem cores mais relaxantes, suaves e tons pastel. O branco é a opção mais tradicional, mas pode ser misturado a cores leves. As paredes claras facilitam a combinação com outras cores e ressaltam os objetos de decoração.

A sala de estar precisa ser um lugar aconchegante, o espaço ideal para reunir toda a família e receber as visitas. Prefira as cores mais vibrantes e alegres. Evite usar cores fortes juntas. Se pintar uma parede usando uma cor forte, compense as outras com uma cor mais clara. Aposte também na composição de tons, utilize apenas uma cor e varie seus tons mais claros com os mais escuros.

A pintura de cozinha precisa passar a idéia de limpeza, mas não precisa ser sem graça. Detalhes em cores fortes como vermelho, laranja e amarelo tem efeito estimulante, elas aguçam a fome. A cozinha fica ainda mais viva se receber bastante luz natural.

Na pintura de banheiro, fuja das cores escuras. O branco transmite uma sensação de higiene e limpeza, mas não é a única alternativa.

Os cômodos usados como local de estudo ou trabalho precisam ser bem iluminados, evite cores escuras ou berrantes.

Se você ainda tiver dúvidas, as lojas especializadas já contam com recursos que podem facilitar a escolha. Além dos catálogos de cores, existem simuladores onde o cliente pode criar diferentes combinações de cores para paredes de qualquer cômodo. Faça sempre um teste de cor em uma das paredes antes de começar a pintura, algumas tintas podem mudar de cor depois de secas. Mais importante do que seguir modismos, regras para melhor aproveitar o espaço, ou manter o equilíbrio do ambiente, é escolher uma cor que você goste.