Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

Como economizar nas tarifas bancárias

Dicas simples para você evitar encargos desnecessários e que consomem uma parte do seu saldo todo mês

em 19/08/2011

Você já percebeu que todo mês algumas tarifas são deduzidas da sua conta? A princípio, elas parecem inofensivas, pois algumas não passam de R$ 2. Porém, somando todas essas tarifas durante o ano, o banco pode estar tirando de você mais de R$ 100.

Uma dica importante para que você economize com as taxas do banco é escolher um plano que atenda suas necessidades. Por exemplo, se o seu plano disponibiliza 4 consultas de extratos por mês e você sempre faz mais de 4 consultas, o ideal é conversar com seu gerente de conta para um mudar para um plano com mais extratos incluídos.

Geralmente, apesar de ter um custo fixo maior todos os meses, nos planos mais caros o valor do pacote é menor do que a contratação de alguns serviços – extratos, DOC e saques, por exemplo – individualmente.

Quando você usa mais serviços do que o plano oferece, como por exemplo, faz mais saques que a quantidade inclusa no seu plano, você acaba pagando tarifas extras. Dependendo da quantidade de tarifas extras que você paga todos os meses, pode ser mais econômico mudar para um plano mais completo.

Analise seu extrato bancário e veja o quanto está gastando com essas taxas extras para poder se organizar e poupar mais todo mês. Veja abaixo nossas sugestões de como economizar nas taxas bancárias.

Dicas para economizar com as taxas bancárias

  • Mantenha um controle do limite de saques e retiradas de extrato para não pagar tarifas extras;
  • Verifique se os débitos realizados na sua conta não são cobranças indevidas;
  • Use o talão de cheques apenas quando não tiver outra opção. As transações eletrônicas costumam ser mais baratas e algumas, inclusive, são gratuitas;
  • Cuidado no pagamento de boletos e contas. Alguns bancos cobram taxa para pagamentos realizados via cartão de crédito ou pela internet;
  • Caixas 24h que atendem vários bancos cobram taxas ainda maiores que os caixas do seu próprio banco;
  • Verifique o número de folhas de cheque que você pode imprimir sem precisar pagar um valor adicional;
  • Prefira não imprimir os extratos da conta e verifique as movimentações apenas na tela ou pela internet para evitar gastos extras;
  • Transferências entre bancos diferentes como DOC e TED tem um custo por transação e não são muito baratos. Use-os apenas se for muito necessário e opte sempre pelas transferências por caixa eletrônico ou internet, pois estas são mais baratas;
  • Transferências entre contas no mesmo banco costumam ser gratuitas, mas têm um limite de movimentações. Fique atenta;
  • Se você movimenta muito sua conta, o ideal é ter um plano que já inclua um número maior de transações. Pois em contas com limites baixos de transações, o custo por transação fica mais alto quando há transações além do limite;
  • Procure ter apenas uma conta bancária. Quanto mais contas você tem, mais transferências e movimentações precisará fazer, e consequentemente, gastará mais dinheiro.

Siga essas dicas e cuide bem do seu dinheiro para não gastar com serviços, que muitas vezes não são necessários. Um bom planejamento dos gastos pode poupar muito da sua renda no final das contas.

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas