Como apimentar a vida sexual durante a gravidez

Dicas para desfrutar do prazer e transformar o sexo durante a gestação em uma experiência diferente e prazerosa

Por Deborah Busko
Atualizado em 24/05/2013 10:18

apimentar sexo gravidez Como apimentar a vida sexual durante a gravidez

Tudo muda na vida do casal durante a gravidez, inclusive o sexo. Raramente os dois conseguem manter o ritmo ao qual estão acostumados, já que é preciso se acostumar a conviver com as mudanças físicas e emocionais da mulher e com a ansiedade do homem em relação à responsabilidade de se tornar pai.

Outra dificuldade enfrentada pelas grávidas é a de assumir o papel de mãe sem se esquecer do seu lado mulher. As novas formas do corpo e o barrigão não devem ser motivos para se achar menos atraente. Basta se manter consciente de que é uma fase diferente, porém temporária e que pode ser muito prazerosa se o casal souber aproveitá-la.

As dúvidas em relação ao sexo na gravidez também podem ser desmotivadoras. Um medo comum das grávidas é o de que a penetração possa machucar o feto, o que não acontece. O obstetra pode proibir as relações sexuais durante a gestação em casos de placenta prévia, dilatação antes do previsto ou risco de parto prematuro.

Fora essas restrições, o ato não representa nenhuma ameaça ao bebê e é importante que o casal se preocupe em manter sua vida sexual ativa nesse período. Afinal, depois depois do parto, a vida continua.

Nos primeiros meses de gravidez a vontade de fazer sexo pode ser menor por causa dos enjoos e náuseas. Mas não se preocupe, pois o mal estar logo passa, a vontade volta e aí, é hora de aproveitar.

E para manter a temperatura do relacionamento elevada nos nove meses de espera pelo herdeiro, vale até recorrer a alguns “incentivos” para apimentar a vida sexual durante a gravidez, como lingeries e camisolas mais sensuais e óleos de massagem com sabor ou que estimulam as sensações de frio e calor e o que mais a imaginação mandar.

Aproveite para inovar as posições. Experimente várias até encontrar as mais confortáveis, mas sem abusar. Na reta final da gravidez, quando a barriga já está bem grande e pode dificultar os movimentos, a dica é buscar prazer em novos pontos do seu corpo e do parceiro.

O sexo oral e a masturbação mútua podem ser alternativas para ficar mais à vontade. A criatividade também pode entrar em cena para incrementar o sexo. Ainda que não haja penetração, os beijos, abraços e a troca de carícias já fazem o ato valer a pena.