Como amenizar as crises de labirintite

12 dicas simples e práticas para diminuir a intensidade das crises de labirintite por meio da combinação de alimentação adequada e hábitos saudáveis

Por Andressa Dias
Atualizado em 10/05/2013 16:25

labirintite Como amenizar as crises de labirintite

Se você sente tonturas frequentes, quando o mundo parece estar girando e os seus pés parecem não estar firmes no chão, você pode ter labirintite. Para confirmar se seu problema de tonturas está relacionado à labirintite, é preciso consultar um médico otorrinolaringologista.


Segundo especialistas, existem inúmeros fatores que podem afetar a estrutura do labirinto, localizada no ouvido e responsável pelo nosso equilíbrio e audição.

Entre as possíveis causas das crises de labirintite está a presença de determinados alimentos em seu cardápio. Alguns destes alimentos prejudicam o funcionamento pleno do labirinto fazendo com que a pessoa sinta vertigens.

Portanto, para amenizar as crises de labirintite, é importante ter alguns cuidados com estes alimentos que podem potencializar suas crises. Procure seguir estas sugestões para se alimentar de maneira adequada e diminuir as crises:

12 dicas para diminuir a intensidade de crises de labirintite

1. Nunca passe longos períodos sem se alimentar, o ideal é comer a cada três horas;

2. Beba no mínimo dois litros de água por dia;

3. Não fume, pois a nicotina é altamente tóxica para o labirinto;

4. Evite ingerir exageradamente alimentos com muito açúcar como chocolate, biscoitos e tortas, substituindo sobremesas por frutas como maçã, pêra, banana e abacaxi;

5. Prefira massas integrais, pois as fibras presentes nelas fazem com que a absorção de glicose seja mais lenta;

6. Evite exagerar na ingestão de sal, pois o excesso de sal pode fazer com que a pressão nos vasos sanguíneos aumente e a irrigação da área do labirinto seja prejudicada;

7. Em vez de adicionar sal às suas refeições, opte por temperos naturais como salsinha, sálvia, cebolinha e alecrim;

8. Evite ao máximo ingerir alimentos que tenham muito sal e sejam pouco nutritivos como fast food e sopas prontas;

9. Quando tiver vontade de comer algo salgado, prefira crackers de água e sal ou sanduíches naturais com pão integral;

10. Diminua o consumo de bebidas que contém cafeína, como café, alguns chás e refrigerantes, pois estes superestimulam o labirinto, causando crises;

11. Algumas dicas interessantes de substituição incluem trocar o café por chá de frutas, o refrigerante pela água de côco e sucos naturais sem adição de açúcar;

12. Evite bebidas alcoólicas, porque quando consumidas em excesso podem aumentar a densidade dos líquidos labirínticos, causando tontura e vertigem.

Pessoas que sofrem de hipotireoidismo, hipertensão, colesterol e triglicérides em excesso no organismo e diabetes tem mais chances de ter crises de labirintite, por isso é essencial ficar atento aos diversos fatores que podem levar à este problema.

Seguindo estas dicas, as crises podem diminuir, mas é imprescindível procurar um especialista antes de tomar medidas drásticas em sua alimentação ou estilo de vida. Lembre-se de que nossas dicas não substituem uma ida ao médico. Cuide-se.