Cabelo macio e hidratado sem segredos

Tire suas dúvidas sobre o assunto e descubra os segredos de uma hidratação bem feita

Atualizado em 25/09/2012 17:55

cabelo macio hidratado Cabelo macio e hidratado sem segredos

Ao comprar um xampu, condicionador ou máscara de tratamento novo, a gente acaba sendo levado, na maioria das vezes, pela propaganda que promete um cabelo igualzinho ao de determinada atriz ou modelo, não é verdade? Seria bom se fosse simples assim…

Acontece que nossas madeixas são diariamente agredidas: pelo vento, pelo sol, pelo banho quente, pela chapinha, pelas colorações e outros tratamentos químicos, etc. Resumindo: bastou você mudar a temperatura do chuveiro nessa estação mais fria que os fios já sofrem. O remédio é bem simples: hidratação. Mas ela tem seus segredinhos, e são vários!

Só a hidratação feita em salão é que funciona?

Não. Errado. A feita pelo cabeleireiro é mais certeira. Por exemplo, ele sabe dizer quais os nutrientes que faltam em seus fios (queratina, vitaminas, etc.) e dessa forma faz a hidratação mais indicada. Mas usar o produto certo em sua casa prolonga o efeito obtido no salão. A dica é pedir ao seu cabeleireiro que lhe indique o produto mais indicado.

Quais os cabelos que mais precisam de hidratação?

Os com química (tinturas, descoloração, luzes, alisamentos e escovas progressivas ou inteligentes) e os crespos, cacheados o afro. O primeiro tipo acaba perdendo as propriedades naturais, por isso precisa de hidratações reconstrutoras (há varias opções de produtos com essa característica).

Já os crespos, por não terem a estrutura lisa, não são nutridos da raiz às pontas, ou seja, os nutrientes têm dificuldade em passar por toda a extensão. Para esses dois tipos, a hidratação deve ser feita semanalmente. Fios lisos e oleosos podem receber esse cuidado uma vez por mês ou a cada quinze dias.

A hidratação necessita de touca térmica?

Não mais. Hoje em dia, a maioria dos produtos para hidratação tem em sua composição partículas nano, que são bem pequenininhas e penetram no cabelo em até cinco minutos, no banho mesmo. As toucas térmicas podem ser até prejudiciais, pois, se você deixa muito tempo no cabelo, elas abrem as fibras capilares deixando escapar nutrientes. Leia certo o rótulo do produto que você tem em casa e faça como mandam as instruções. Não adianta inventar nessa hora.

Quanto mais tempo o hidratante ficar no cabelo, melhor?

Não. Ele precisa ficar no seu cabelo o tempo pedido no rótulo, nem mais nem menos. Uma dica é massagear os fios na aplicação para que o produto penetre em cada mecha. Depois, enxágue com bastante água (fria ou morna, jamais quente) e não deixe resíduos de creme. Para facilitar a hora de desembaraçar, use creme de pentear, que pode ficar no cabelo, sem a necessidade de enxaguar.

Sempre que fizer chapinha vou detonar o cabelo?

Se fizer sempre e não der chance à hidratação, vai sim. O uso de chapinha deve ser exceção na sua vida, não regra, ok? Na hora de passar a chapinha, faça isso com o cabelo escovado e totalmente seco. Use um protetor termoativado para proteger os fios. Use chapinha no máximo a cada quinze dias e, depois na hora de lavar, troque o condicionador básico por uma máscara de tratamento.

E a escova? Resseca?

Se você usar o secador na temperatura fria e com um produto termoativado, não tem problema. Agora, o secador no jato quente estraga sim. Opte sempre por escova de cerdas macias pra não quebrar os fios.

Vale a pena optar por soluções caseiras?

Muito se diz sobre babosa e cia, mas a verdade é que os produtos comprados em perfumarias têm eficácia garantida. Já as fórmulas caseiras têm mais chance de não hidratar nada ou – pior – ressecar mais seus fios.

Além de seguir todas essas dicas, dê mais atenção ao que você come. Alimentos ricos em vitamina A (manga, cenoura e mamão), C (laranja, limão) e proteínas magras (carne de frango, vermelha ou peixe) ajudam a deixar os fios mais saudáveis. Comprar sempre os produtos indicados ao seu tipo de cabelo, massagear o couro cabeludo na hora de lavar (sem usar as unhas) também ajudam muito. Que tal pôr essas dicas em prática hoje ainda?