Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

“Amor” não é tudo em uma relação

Só o amor não é o suficiente para manter um relacionamento duradouro

em 29/09/2014

Foto: Thinkstock

Quando se fala em fatores fundamentais para se construir um relacionamento saudável, a primeira palavra que vem à cabeça da maioria das pessoas é “amor”. Esse conceito, tão necessário quanto abstrato, é retratado pelo ser humano desde que o mundo é mundo, mas seria ele o único responsável por manter um casal unido e feliz para sempre?

Todo mundo que já viveu um relacionamento de verdade há de concordar que o amor, sozinho, não é o bastante: relações amorosas precisam encontrar base em outros fatores para terem sua sobrevivência garantida. Listamos quatro fatores que, somados ao amor, te ajudam a manter um relacionamento saudável.

Respeito mútuo

Talvez o respeito seja até mais importante que o amor para que um casal se mantenha unido. É preciso que um se coloque no lugar do outro a cada vez que tomar uma decisão, avaliando de que maneira aquela situação afeta seu parceiro e tentando compreender seu lado.

Uma relação baseada no respeito mútuo tem grandes chances de funcionar porque ambos respeitam o espaço do outro, prezando sempre pelo bem-estar do casal em detrimento de interesses pessoais. Ainda que esse estado de perfeição e reciprocidade não seja mantido em 100% do tempo, observar as próprias atitudes para que ele seja predominante em comparação a momentos de egoísmo pode fazer a diferença no resultado final.

Confiança

Consequência de um relacionamento baseado na verdade e no respeito um pelo outro, a confiança deve ser prioridade do casal. Isso porque qualquer tipo de dano sofrido por ela, ainda que pequeno, poderá ser fatal para a relação.

Confiar no parceiro é fundamental para que a relação não seja desgastada com o passar do tempo. Quando não há confiança, qualquer passo em falso é motivo para desentendimento, uma vez que um dos lados simplesmente não acredita no que o outro diz. Como, então, manter a paz, se cada afirmação do parceiro é questionada e, muitas vezes, até investigada? A resposta é tão verdadeira quanto cruel: não existe possibilidade; ou a confiança é restaurada, ou o relacionamento estará fadado ao fracasso.

Admiração

Não importa se é a aparência física, a inteligência, o esforço ou a competência profissional, você precisa admirar seu companheiro e esse sentimento precisa ser recíproco. A admiração está presente quando um reconhece no outro qualidades e talentos específicos, além da importância desses itens no dia a dia da relação.

De acordo com a psicóloga Milena Lhano, “Olhar para o companheiro e sentir orgulho de suas conquistas, características, forma de se vestir, forma de resolver problemas e etc. é uma das maneiras de manter o relacionamento”.

Identificação

Para que um relacionamento dê certo, é essencial que ambos tenham objetivos de vida similares e projetos parecidos para o futuro, sempre pensando a dois. É fácil entender o motivo: se um desejar mudar de cidade enquanto o outro quiser permanecer onde está e ninguém ceder, o relacionamento provavelmente sofrerá as consequências da divergência.

É, portanto, imprescindível que o casal esteja alinhado quanto a seus projetos, além de haver identificação de gostos e interesses em comum. A máxima de que “os opostos se atraem” só é válida para o início do relacionamento; com o passar do tempo as semelhanças de valores e pensamentos são, sim, decisivas.

Comentários
Dicas relacionadas