Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Alimentação adequada para cada faixa etária

As diferenças no metabolismo pedem uma alimentação adequada de acordo com a idade da mulher

em 07/03/2011

A cada faixa etária o organismo feminino tem necessidades diferentes. De acordo com a idade, a mulher precisa de uma alimentação rica em determinados alimentos e com restrições de outros para funcionar bem e garantir a boa forma.

As vitaminas e os minerais exercem um papel fundamental em todas as fases da vida, já que são nutrientes essenciais na formação de ossos, dentes, cartilagens, no desenvolvimento mental e atuam como substâncias reguladoras para o bom funcionamento do organismo.

A atenção e os cuidados com a alimentação da mulher devem ser redobrados nos momentos de transição, como gravidez e menopausa, em que o corpo precisa se adaptar a uma nova realidade.

Até os 30 anos

Até os 30 anos o metabolismo da mulher está a todo vapor e é mais fácil perder peso, já que o organismo responde mais facilmente às mudanças nos hábitos. Mas isso não significa que é permitido descuidar da alimentação.

Para se manter saudável, a mulher de até 30 anos precisa consumir hortaliças diariamente, substituir o sal pelo tempero com ervas e fugir dos excessos. Não é preciso riscar as guloseimas do cardápio, é só reduzir o refrigerante, a pizza, o salgadinho e trocar pelas frutas quando a fome bater.

Coloque no prato alimentos integrais, isso vale para o arroz, massas e pães. As fibras presentes nesses alimentos aumentam a saciedade e estimulam o intestino. Feijão, lentilha, grão-de-bico e carne vermelha magra são boas fontes de ferro, que costuma ficar em baixa nessa faixa etária. Leite, iogurte e queijo com baixo teor de gordura fornecem o cálcio, que entre diversos benefícios, serve também para amenizar a irritabilidade e a ansiedade causadas pela TPM.

Entre 30 e 40 anos

Com a idade avançando, o organismo vai ficando mais lento e emagrecer já não é tão fácil quanto antes. As mulheres entre 30 e 40 anos precisam reforçar a ingestão de ferro, ácido fólico e cálcio, investindo em carnes magras, carne suína, feijão, laranja. Os vegetais e os carboidratos integrais também não devem ficar de fora da alimentação.

Os chás podem ser bom aliados nessa fase. Os chás verde, branco e vermelho são ricos em antioxidantes, por isso ajudam a desintoxicar, desinchar, acelerar o metabolismo e retardar o processo de envelhecimento.

Após os 40 anos

Os cuidados com a alimentação devem ser ainda maiores para mulheres acima dos 40 anos. A dieta deve conter alimentos fontes de fibras, além de antioxidantes e antiinflamatórios. O ideal é moderar no sal e no açúcar, controlar a ingestão de gordura e maneirar no café. Tudo para evitar o aumento dos níveis de colesterol, evitar outras doenças como diabetes e hipertensão.

Com a chegada da menopausa, é preciso incrementar o cardápio com alimentos que contenham fitoestrógenos, substâncias que funcionam como uma alternativa de reposição hormonal e auxiliam no alívio de alguns sintomas, como as ondas de calor.

Os fitoestrógenos são encontrados principalmente em leguminosas como soja, feijões, grãos e brotos. Outra dica é incluir alimentos que favoreçam a produção de serotonina para driblar as tensões emocionais, muito comuns neste período. Outra boa dica é investir na soja, pois ela contém substâncias que amenizam os incômodos da menopausa.

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas