Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Acne: cada pessoa precisa de um tratamento específico

Conheça os tratamentos que mais dão resultado

em 21/06/2012

Ela aparece bem mais na adolescência, atingindo cerca de 80% dos jovens, e também na idade adulta, principalmente nas mulheres de mais de 25 anos. O fato é que a acne detona a autoestima, uma vez que a pele passa a ter lesões inflamadas que não são tão fáceis de disfarçar com maquiagem. Mas pra que disfarçar se você pode eliminar o problema, certo? A acne pode ser classificada em “primária” (vulgar) ou “secundária” (hormonal, cosmética, escoriada, solar) e possui vários tratamentos com o objetivo de eliminá-las. Conheça melhor quais são!

A escolha do tratamento

Ela é feita com base no conhecimento da acne de cada pessoa, tais como colonização de bactérias, secreção sebácea, inflamação e oclusão do orifício folicular, por isso os tratamentos precisam ser personalizados – não adianta querer seguir os cuidados de um conhecido ou parente. Os objetivos incluem a melhora do quadro infeccioso e da aparência física e minimização de cicatrizes.

O tratamento ideal está relacionado a resposta de cada um. A isotretinoína é o único método que induz resultados permanentes, mas em muitos pacientes não é aceita devido aos muitos efeitos colaterais, além disso, não pode ser usada por quem tem acne mais leve. Outras formas para tratar a acne pedem períodos prolongados para o controle dos sinais e sintomas.

Tratamentos tópicos

É imprescindível a utilização de sabonetes com antibacterianos. Acnes moderadas são tratadas com substâncias tópicas combinadas com uso de peróxido de benzoíla, antibióticos, ácido azelaico, ácido salicílico, etc. A combinação é necessária, uma vez que cada um age de forma diferente na pele.

  • O peróxido de benzoíla tem grande poder bactericida e, graças ao seu efeito antiinflamatório, ele diminui o número e o tamanho das lesões na pele. Ele não desencadeia resistência bacteriana, mas pode causar discreta irritação e dermatite de contato.
  • O ácido azeláico é eficiente para cuidar de acne leve a moderadamente, com lesões inflamadas ou não. O que mais incomoda os pacientes é que o início da sua ação é lenta.
  • Os retinóides tópicos, como tretinoína e isotretinoína, agem no defeito da queratinização, diminuindo o sebo e o tamanho da glândula sebácea. Além disso, expulsam os comedões maduros, inibem a reação inflamatória e melhoram a penetração de outros agentes ativos.
  • Os antibióticos tópicos diminuem o crescimento de bactérias na superfície cutânea, principalmente na região do folículo pilossebáceo. Eles também agem de forma antiinflamatória, melhorando o aspecto da pele.

Tratamentos orais

Normalmente, são prescritos antibióticos para os casos de acne mais severa. De qualquer forma, o uso de substâncias tópicas não deve ser interrompido (de acordo com as recomendações médicas).

Para as mulheres, também vale a pena fazer ultrassom para checar a incidência de ovários policísticos, uma vez que eles facilitam o surgimento de acne por deixarem a pele mais oleosa. Se for o caso, um anticoncepcional pode melhor ou até curar o problema.

Isotretinoína: a salvação da acne severa

Trata-se um retinóide oral que trata a acne severa, ou seja, a que apresenta nódulos e cistos e ainda é resistente aos outros tratamentos. Dessa forma, a isotretinoína acaba sendo a última tentativa na maioria dos casos por ser um tratamento forte e com efeitos colaterais mais sérios.

No início do tratamento, o organismo passa a ter condições de expelir todo o sebo acumulado. Por isso, a acne até piora no começo. Em seguida, há uma redução do sebo e diminuição da camada de queratina, reduzindo a formação de novas espinhas. A melhora costuma acontecer no final do primeiro ou segundo mês de tratamento.

Atenção! Antes de começar o tratamento, seu médico irá pedir exames de sangue para checar glóbulos vermelhos e brancos, colesterol, triglicérides e funções hepáticas. Esses exames podem ser repetidos ao longo do tratamento. Para as mulheres, além desses exames, o teste de gravidez é fundamental, já que esse medicamento leva a má formação do feto.

Tratamentos para deixar a pele lisa

As marcas de acne são comuns até em quem começou o tratamento cedo e não espremia as lesões, em menor quantidade, é claro. A parte boa é que há várias formas de ganhar uma pele bem lisa, como se a acne jamais tivesse sido um problema. Seu dermatologista pode optar por preenchimentos (com ácido hialurônico, que dura cerca de um ano), peeling químico (que renova a pele), dermabrasão e microdermabrasão (que promovem um lixamento da pele, fazendo com que uma nova pele surja) e tratamentos à base de laser. Hoje em dia, pele feia e marcada é só pra quem faz questão disso. Agende logo com seu dermatologista.

Daniela Hueb

é colunista do Dicas de Mulher e especialista em Dermatologia

Comentários
Dicas relacionadas