Dicas de Mulher Dicas para Mães

6 alimentos que devem ser evitados durante a gravidez

A futura mamãe precisa ficar atenta quanto aos alimentos que podem causar problemas para a saúde dela e do bebê

em 16/09/2014

Uma alimentação saudável durante a gestação é essencial para manter a saúde da mulher para o bom desenvolvimento do bebê. Por isso, além de dar preferência a alimentos nutritivos e a um cardápio balanceado com vitaminas, minerais, carboidratos, gorduras saudáveis e proteínas, a futura mamãe também deve ficar atenta quanto aos alimentos que podem causar problemas.

A lista de alimentos proibidos na gravidez deve ser indicada pelo obstetra e pode variar de mulher para mulher, mas existem certas opções que devem ser suspensas pelas gestantes em geral. Conheça agora 6 alimentos devem ser evitados durante a gravidez.

1 – Carne mal passada

Jamais coma qualquer tipo de carne que não esteja bem cozida. As carnes cruas ou mal passadas brancas ou vermelhas, principalmente as de porco e de carneiro, podem conter micro-organismos causadores da toxoplasmose.

A toxoplasmose pode ser transmitida congenitamente, ou seja, da mãe para o feto. Os efeitos da doença para um bebê no útero variam de acordo com o período da gravidez em que a infecção teve início, mas podem acarretar danos cerebrais e cegueira no feto. O aborto espontâneo é outra complicação da toxoplasmose na gravidez.

2 – Ovos crus

Risque do cardápio ovos crus, eles podem ser fonte de bactérias que prejudicam a mãe e o bebê. Alimentos como molhos feitos de ovos crus ou pouco cozidos e maionese caseira também devem ficar de fora da alimentação da gestante. O ideal é cozinha-los até que a gema e a clara estejam firmes para evitar contaminação por salmonela.

3 – Leites e queijos não pasteurizados

A pasteurização é um processo que faz com que o leite seja aquecido a uma temperatura que mata os microrganismos quem podem ser nocivos à saúde sem modificar as características do alimento. Por isso, antes de consumir leites e queijos, verifique se são pasteurizados.

Outra dica é evitar os queijos importados de pasta mole, tais como: brie, camembert, roquefort, gorgonzola, queijo branco e o queijo fresco, a menos que sejam feitos a partir de leite pasteurizado.

4 – Peixes e mariscos

A maioria dos alimentos provenientes do mar, como certos peixes e mariscos são seguros para se comer durante a gravidez, desde que sejam bem cozidos. Essa recomendação é feita porque crus, eles podem estar contaminados com bactérias e vírus causadores de intoxicação alimentar.

Os peixes de grande profundidade, como o atum e o salmão, devem ser evitados por conter grandes altos níveis de mercúrio, substância prejudicial ao sistema nervoso e ao desenvolvimento cerebral do feto.

Certos tipos de peixes utilizados em sushi também devem ser evitados devido a grande quantidade de mercúrio. O atum enlatado na versão light geralmente tem uma quantidade menor de mercúrio do que outros atuns, mas ainda assim deve ser consumido com moderação.

5 – Cafeína

A cafeína é encontrada naturalmente no café, no chá, nas bebidas à base de cola, no chocolate e em alguns medicamentos. Embora a maioria dos estudos mostre que o consumo de cafeína durante a gravidez não esteja relacionada a má formação e anormalidades do feto, há outros que mostram que ela pode estar relacionada ao aborto espontâneo durante o primeiro trimestre da gestação, parto prematuro, baixo peso ao nascer, e aos sintomas de abstinência em recém-nascidos.

Ela também aumenta a produção dos hormônios do estresse, provocando compressão dos vasos sanguíneos uterinos, o que pode reduzir temporariamente a quantidade de oxigênio enviada ao feto. Portanto, o mais seguro é evitar a cafeína até o nascimento do bebê.

6 – Adoçantes artificiais

O ideal é evitar o uso dos adoçantes e substituir por açúcar, mas sempre com moderação. As gestantes e mulheres que estão amamentando também devem evitar a sacarina, dando preferência a sucralose e stévia. Em caso de diabetes, a melhor opção é usar o aspartame respeitando o limite diário de 40mg por kg de peso.

Comentários
Dicas relacionadas